ALICE

Lilypie Kids Birthday tickers

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Moda


Uma peça tem mais de 30 anos e era da minha mãe, a outra é dos saldos de verão deste ano. Parecem as duas da mesma década. A moda é, e sempre será, cíclica.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Sweatshirt de criança

Fui para comprar uma oferta mas não resisti a um special price para a Alice.

ZARA
7,99€

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Pai natal, pai natal, estou quase a descobrir-te a careca!

O António anda numa fase tão gira e mimosa de pedir quase tudo o que vê nas lojas. O pedido é acompanhado de choro e um sentar no chão a bater com os pés. Fofo, que só visto!
A Alice ajuda-me (ou não) e estamos as duas já fartinhas das cenas que não eram comuns mas que vieram a toda a velocidade para animar ainda mais as nossas idas às compras.
Numa das vezes Alice tenta tranquilizar o irmão e diz-lhe:
"António, os brinquedos são caros, por isso, pede para o natal. No natal não se paga nada. O pai natal dá!"

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Voltámos à terapia da fala

Depois de uma pausa de mais de um mês pelas férias da terapeuta, voltámos.
Balanço dos últimos meses:
1. O António tem melhorado a olhos vistos mas muito mais por si, pelo seu natural desenvolvimento e pelo colégio do que pela terapeuta.
2. Não digo que a terapeuta não esteja a fazer um bom trabalho. Digo apenas que 30 minutos por semana é tão pouco comparado com o número de horas a praticar linguagem com os amigos ou em casa;
3. Nos 30 minutos de sessão, o António faz jogos semelhantes aos que tem em casa, mas a terapeuta ajuda-o a pronunciar as palavras, algumas vezes com recurso ao espelho para que ele veja a boca e língua;
4. Apercebi-me que neste ano tivemos muitos feriados à segunda-feira.


domingo, 2 de setembro de 2018

No Instagram







Eu sou igual a qualquer outro pai

Conversa entre amigas:
Nina: "Eu queria uma mochila da Ladybug com rodinhas e os meus pais compraram-me uma sem rodinhas sem me perguntarem!"
Alice: "A minha mãe é igual! Mas tu não te preocupes Nina, todos os pais são iguais!"

Já não sou a última pessoa...

... a ver La Casa de Papel.
Agora sou mais uma pessoa ansiosa pelo regresso da terceira temporada.
Sou só eu que fiquei a adorar el professor?


Estamos de férias

Pela primeira vez umas férias em casa, sem viagem e sem estarmos os 4 de férias.
10 dias divididos entre arrumações/limpezas a fundo/destralhar/desapego e passeios/praia ao final da tarde.
Nada de extraordinário, nada de super relaxante, nada de não fazer nada (como fosse possível com crianças). Ainda assim, as férias possíveis, o estarmos mais tempo juntos, o fugir das rotinas ou horários, mantendo apenas as sestas do António sempre depois de almoço.






E mal tenho tirado fotografias.



sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Carta à minha filha

Alice,
Estás quase, quase a entrar no primeiro ano…
Já tens a mochila da Ladybug, de quem tanto dizes amar, encontraste um estojo da LOL e deliraste, num amor semelhante ao da Ladybug, o resto virá aos poucos.
Estamos felizes com a professora que terás. Não a conheço, mas só ouvia dos outros pais que queriam a professora Natividade e nós ficamos a achar que ela devia ser muito boa. Todos nós queremos o que é bom, não é? Contas a todos que tens a professora Natividade e que é a melhor professora da escola. Sabes, tenho medo de termos elevado muito as nossas expetativas. Às vezes é melhor irmos no desconhecido, sem esperarmos demasiado e termos a descoberta à medida que as coisas acontecem. Vamos acreditar que farás tu o teu melhor e tudo correrá como deve correr.
Eu gostava de te fazer uma promessa, filha. Gostava de a fazer e de a cumprir. Sabes que, às vezes, os pais deixam-se levar, ficam com a vista turva e, nem em todos os minutos, sabem o que é melhor para os filhos. Às vezes deixamo-nos levar pelos sonhos que temos para vós, pelos nossos ideais ou ideias que são só nossas. Às vezes queremos colocar em vós o peso de tudo aquilo que não fomos capazes de fazer e desejamos que sejam vocês a conseguir. Sonhos que podem não encaixar no vosso perfil, que podem não vos fazer feliz.
Alice, gostava de te prometer que não te vou pressionar a seres a melhor, que nunca te vou dizer que ser a melhor da sala é o mais importante, que nunca vais ver nos meus olhos a desilusão com uma má nota tua, sabendo que te esforçaste.
Alice, quero dizer-te que os meus sonhos para ti (que os tenho) passa pela tua estabilidade emocional, pelo teu carácter, pela tua postura, pelo teu coração e alma.
Não sonho com a tua profissão, com o teu sucesso laboral.
Sonho que passes de menina a mulher generosa.
Sonho com a felicidade que encontrarás dentro de ti.
Sonho com a empatia que sentes pelo outro e que espero que nunca se perda.
Sonho que te rias todos os dias mesmo que nesses dias também chores.
Claro que espero que aprendas a ler, a contar, a multiplicar e tudo o resto que vos atiram todos os dias sem olhar para vós. Nunca te vou pedir que tenhas tudo certo, nunca te vou dizer que a meta são os 100% ou 5 ou lá a tabela que usem. Vou-te dizer que a meta é o teu esforço, o desejares superar ao que fizeste da última vez e aprender um pouco mais.
Vou-te pedir que questiones, que duvides, que perguntes, que procures, que te alegres com a tua aprendizagem. Vou-te pedir que ajudes o teu colega, que não te rias dos erros dos outros nem invejes o sucesso deles. Vou-te pedir que procures o teu rumo, que tenhas a tua bússola dentro de ti e que lutes por ti, que nunca desistas de ti por mim, pelo teu irmão ou por ninguém que possas conhecer nesta vida.
Eu sei que isto é muito para alguém ainda tão pequeno. Prometo que te vou dizendo aos bocadinhos, à medida que os dias chegarem e passarem. Prometo que te vou abraçar todos os dias que chegares da escola. Prometo que vou respeitar o teu ritmo, que vou respeitar teres só 6 anos, que continuarás a brincar e deixar-te, devagarinho, criares a tua autonomia de estudo e trabalho.

Minha doce Alice, encontra e vive a tua verdade. As dificuldades, os desafios, as surpresas e as conquistas existirão para te conheceres cada vez melhor e saberes construir a tua felicidade.

Da tua mãe que promete nunca te falar em quadros de honra (talvez nem existam nas escolas que andes) nem que as melhores notas são o mais importante daquilo que estás a fazer na escola. Da tua mãe que promete estar sempre por perto para ti.


quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Abrir precedentes

Temo ter aberto um precedente muito perigoso cá em casa.
António andava fixado numa sweatshirt. Todos os dias queria vestir. Como era de manga comprida tentava explica-lo que teria calor, etc, etc. Nada o demovia. Um dia vestiu e tentei arregaçar as mangas. Outro dia disse que estava para lavar. Na festa branca fomos dar uma volta e lá foi a sweat verde com bonecos.
Hoje de manhã, numa distração minha encontrou-a na gaveta. A mesma história do calor e nada. Tive uma epifania. Fui à cozinha, peguei na tesoura e cortei as mangas.
Lá foi ele tão feliz para a escola...

quarta-feira, 22 de agosto de 2018