ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

domingo, 31 de janeiro de 2016

Já não preciso de ti, Pai Natal

Não chegaram no Natal. Chegarão pelos anos.

 
Adidas Stan Smith
La Redoute
 
 

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Um dia...

... vou ser elástica e deixar de estalar dos ossos quando desço as escadas em pontas dos pés.

Rauf Yasit.
 

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Cérebro masculino versus feminino

António tem um cérebro masculino. Tira livros da estante e nem olha para eles muito tempo. Espalha as peças do lego sem tentar juntar duas que sejam. Segue sempre em frente mesmo que gritemos pelo seu nome. Adora comandos de televisão e muda de canal de milésimo de segundo em milésimo de segundo. Está sempre na boa e nada é problema.
Alice tem um cérebro feminino. Adora livros. Faz enormes construções de Lego com escadas e pisos. Tem sempre resposta para tudo. Ela é dona da razão. Raramente está calada. Tudo é um drama. Que está muito frio ou calor demais. As roupas nunca combinam e ou apertam demais ou estão grandes. Não existem meios termos. Usa coroas e age como se fosse a única princesa do reino. Fala com o irmão como fosse um guru do bom comportamento.
"Annnntttttóooooonnnniooo, para quieto! Antónioooooooo, tu queres me chatear, queres? Antóooooooniooo, não mexe! Annnttttoooonnniiiooo, quantas vezes eu tenho que falar?"
António continua a agir como se fosse surdo como uma porta. Sempre na boa, com ar de "Are you talking to me?"


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Tigre

"Mãe, hoje vais de tigre!" passando-me as mãos no pêlo.


Noites serenas

Fico até às 2h30 da manhã a fazer o álbum do primeiro ano do António. Pelas 3h estou sentada no sofá com uma malassada na mão e um copo de leite na outra a ver um episódio de Code Black (mais uma série de médicos em que passo 60% do episódio de mãos nos olhos a fugir dos cortes e do sangue). Decido que será melhor deitar-me para acordar fresca (talvez já vá tarde). Às 3h30 António choraminga porque perdeu a chucha (apesar de lhe deitar umas 3 para dentro do berço). Pouco depois Alice chama porque quer fazer xixi. Às 4h30 António choraminga mesmo de chucha na boca. Decido preparar-lhe um biberão de leite (ainda vai nos 2 por noite apesar da pediatra já ter recomendado tirar). Depois do leite costuma adormecer logo mas chorou, quis sair do berço. Gritava. Tiro-lhe do quarto para não acordar a irmã (alturas em que desejo um T3). Levo-o ao colo e embalo-o no meu quarto. Não gosta de colo mas consegue acalmar. Passados poucos minutos volto e deito-lhe no berço. Já passa das 4h30. Regresso à cama. Adormeço. Às 7h sinto B. a levantar-se. Trocamos algumas palavras e volto a adormecer. Às 7h45 Alice chama, vem ao quarto e diz-me: "Mãe não tenho mais sono!" Murmuro: "Deita com a mãe!" Ela: "Se eu não tenho mais sono não posso dormir!"
Vamos as duas para a sala. Eu já atrasada para me arranjar...

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

É só coisas boas

Lembram-se do anti frizz maravilhoso que a minha mãe trouxe-me do Canadá? Pois... não o fechei bem e ele derramou todinho na gaveta da casa-de-banho.
A humidade, o mau tempo e a falta do anti frizz  fazem-me lembrar que o carnaval está à porta.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Porque hoje é segunda-feira mas não a segunda-feira

Acordei, olhei o relógio e eram 6h30. A casa estava em silêncio e eu pensei: "Levanta, equipa-te e vai correr!"
Quero muito (mas o muito de quem quer deixar de fumar mas nada faz por isso) fazer exercício físico regular.
Quero ser como aquelas mulheres que correm e parecem tão mais felizes que as outras (as que correm da sala para a cozinha e de volta à casa de banho e depois cozinha apenas para acudir crianças).
Quero ter equipamento de cores vivas e calçar tênis da Nike (esta parte é fácil e já cá canta).
Quero postar no facebook a minha cara vermelha com um número por baixo (5km ou 10km).
Quero aumentar a minha autoestima (que não é pequena mas tem muito espaço de manobra para crescer).
Quero ter uma amiga (vá V., eu sei que és mulher para equipamento rosa choque) que alinhe às 6h30 ou às 7h da manhã porque os meus compromissos com os outros são mais fortes do que aqueles que faço comigo.
Quero chegar ao verão e correr atrás da Alice e do António na praia sem parecer um pote de gelatina já todo colherado (é que não basta o tremor todo são também as covas da celulite).
Quero ser uma quarentona que parece uma trintona em forma.
Quero que me venham pedir para entrar para o calendário da Associação dos Animais de Rua em poses de bikini com um Golden Retriever (mesmo que nunca dissesse que sim, mesmo que nem façam calendários).
Quero deixar de sonhar que estou a correr e passar a correr mesmo (há sonhos bem reais que só falta fazerem perder calorias).

Seria mais fácil se não fosse logo de manhã, seria mais fácil estar inscrita num ginásio e fazer aulas de grupo mas... preciso de uma hora que não interfira na rotina familiar nem me afaste por mais horas deles (não vou pedir ao pai para ficar mais 2 horas com as crianças quando já passa todo o tempo que estou a trabalhar ou tenho reuniões fora do horário normal ou dentista que é muito, muito tempo com elas) e não quero gastar dinheiro com algo que posso fazer gratuitamente (a via é livre, o espaço em casa também). Depois, todos os dias, olho para a elíptica (robusta) que tenho em casa e só lhe toco para limpar o pó (ainda assim nem é todas as semanas. Há semanas que finjo não a ver). A usá-la teria de ser também pela manhãzinha ou à noitinha, como quem diz, com eles a dormir. Impossível estar em cima sem que tivessem de roda ou tivessem em risco de levar com um pé.

Raios me partam se não arranjo uma segunda-feira e dou um pontapé em mim mesma... hoje ainda não é a segunda-feira.

Eleições

Motivos não faltaram para sair de casa...


quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Culottes

Já me senti muito tentada mas não é para todas e eu acho que estou nos 75% da população feminina que deve fugir delas como o diabo foge da cruz.
Mas Mari, isto é top para os teus mais de 1,70m de corpanzil em forma.

9,99€
 
9,99€
 
9,99€
 
12,99€
 
15,99€
Tudo ZARA
 

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Álbum do 4º ano

Em duas tardes e dois serões consegui fazer o álbum do 4º ano da Alice. Já tinha as melhores fotos selecionadas. Agora falta fazer do primeiro ano do António. Ainda sem seleção de fotos feita...

 
 
Mando-os fazer aqui. Mas apenas conheço o Álbum Digital Classic Premium. Recomendo.
Relativamente ao serviço desta empresa (responder a dúvidas, produto final) são excelentes!
 

E eu que gostava segundas-feiras

Saio do trabalho, vou a conduzir, olho para a esquerda e vejo que não tenho espelho retrovisor.
Mas quando foi que isso aconteceu?


segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Pintar os olhos e talvez casar

Alice pintou-me os olhos na casa de banho. Pintou pálpebras, cimo das sobrancelhas, zona do nariz. Eu estava linda (disse-me ela).
Antes da sairmos da casa de banho diz com um sorriso nos lábios: "Mãe, tu estás linda! Quando chegares à sala o pai vai querer casar contigo!"
Quando chegámos à sala o pai:
"Mas que raio tiveram tanto tempo a fazer na casa de banho?" Levou algum tempo a aperceber-se da mulher linda que tinha à sua frente. Quando se apercebeu, assustou-se e não fez nenhum pedido de casamento.
Vou contratar uma maquilhadora profissional e despedir a minha mini maquilhadora.

Shampoo Novo

 

Fotos logo após lavagem e secagem
 
Quem tem crianças boas de cabelo como a minha têm vários problemas entre mãos, um dele é o pentear, o lavar sem os aiiiiiii e uiiiii.
Já não tem idade para os produtos de bebé da Mustela ou Uriage ou afins. Já é muito cabelo para domar. Comprei Johnson's e o pai mandou trocar porque leu uma reportagem sobre produtos para crianças e lá viu que esta marca tinha tido problemas.
No problem. Trocado no híper e entrada na farmácia.
Saí de lá com um produto da Klorane e, ainda só usamos uma vez, mas estamos muito muito satisfeitas. Cabelo macio e fácil de pentear mesmo ao fim de 3 dias.
 
 
Klorane Petit Junior Shampoo Desembaraçador lava, desembaraça e hidrata os cabelos delicados das crianças a partir dos 3 anos.
  • Com Leite de Sementes de Algodão
  • Com Vitamina B5 para estimular o crescimento
  • Com perfume gostoso de pêssego
  • Ultrasedoso e desembaraçante graças às lipoproteínas
  • Apto para cabelos lisos, crespos ou compridos
  • Respeita a pele e o cabelo frágil da criança
  • Não arde nos olhos
  • Sem parabenos
  • Hipoalergénico
  • Testado sob controle dermatológico, oftalmológico e pediátrico
 
Post livre de patrocínio, só porque ninguém dá nada a blogues anónimos e pequenitos. ;)

Segunda-feira

Isto por aqui (blog) anda pela hora da morte.
Eu bem que gostava de cá vir postar fotos de passeios, das minhas últimas compras nos saldos, de pequenos-almoços dignos de novelas brasileiras, de sapatos novos, dos kits a combinar de mano e mana mas...
...não há fotografias porque não acontece nada do que acima foi descrito. Não faltarão blogs cheios de estilo e kits e compras fantásticas nos saldos de malas a 80€ que são pechinchas porque custavam 300€. (Eu cá adoro esses blogues para sonhar um pedacinho com vidas tão perfeitas e organizadas).
Por aqui nem promoções no corredor das fraldas que isto de se viver nos Açores com pouca ou nenhuma concorrência em grandes superfícies faz com que os descontos de 50% sejam apenas para Portugal Continental.
Mas é segunda-feira e eu gosto das segundas-feiras porque sinto como se pudesse recomeçar e voltar com mais força e determinação. Depois a semana passa a correr e os planos ficam adiados para uma próxima segunda-feira. O que vale é que temos 52 segundas-feiras ao longo do ano e no fim das 52 um novo ano com mais 52.
Boa semana aos 9, vá 11 ou 12 que ainda não desistiram de me seguir. O carinho é mútuo ;)


quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Sai ao pai, só pode...

Alice continua a queixar-se da barriga e eu vou com a conversa da pediatra:
Eu: Alice Lembras-te do que disse a pediatra quando tivesses dor para a colocares bem longe e pensasses em coisas boas...
Alice: Oh mãe! Eu não vou nessa conversa!

Já sabias mas...

... quase todos os dias tens sinais que não dormir bem tem consequências graves.

A do dia de hoje foi aperceberes-te que apagaste todas as fotografias da festa de aniversário da tua filha pensando que já as tinhas descarregado da máquina. E não é que não as tinhas descarregado?

Consulta dos 4 anos

Alice tem-se vindo a queixar de dores de barriga. Até à data, nunca se tinha queixado de tal. O seu costume é dizer que lhe dói a cabeça quando eu e pai estamos à conversa e ela quer ver desenhos animados no seu sossego ou que lhe dói as pernas quando tem que caminhar ou os braços quando tem que arrumar os brinquedos. Não sei se encontram aqui algum padrão de comportamento?!
A barriga, aiiii dói-me tanto a barriga.
Lá fomos e aproveitamos para fazer a consulta anual. Felizmente, só lá vamos uma vez por ano para o check up. Em casa somos brindados com constipações e tosses não passando disso.
Já tem 1,06 m e 18 kg. Tudo normal.
Andou muito constipada. Os ares frescos da Serra colocaram-na ranhosa. Assim, tem as glândulas inchadas. Estas também se encontram na zona dos intestinos podendo levar a dores fortes. Nada grave, um pouco de drama caraterístico da Alice que adora remédios. Tosse à descarada só para uma colher de mel ou um pouco de ben-u-ron.
Receitou ben-u-ron nos primeiros 4 dias, depois um placebo para a iludir. Iogurtes Actimel e Biogaia.
Não dar importância nem alimentar a dor. Passará em poucos dias.
A médica virou-se para a Alice e disse:
"Sabes o que deves fazer quando tens uma dor? Tens que a colocar bem longe e fechar a porta. Depois pensar em coisas alegres e boas."
Alice responde: "Mas como posso pensar em coisas alegres se a dor é muito grave e forte?"
Pronto... temos aqui uma forte resistente.

Perguntou-nos sobre dúvidas e tinha apenas uma: a questão da alimentação.
A Alice à hora das refeições é um drama. Ficamos cansados, chateados, irritados. É capaz de levar uma hora a comer a sopa e a refeição dura em média 1h30. Raras exceções (quando ela adora a comida) corre ligeiro e sem dramas.

O que fazer?
Segundo a médica (é uma opinião como tantas outras):
30 minutos de refeição é mais que suficiente. Ao fim desse tempo, sai comida da frente e só come na refeição seguinte. Não se dá a comida à boca nem precisa de ameaças ou jogos. Tem que comer, se não o fizer não há problema, não há dramas. Terá mais fome na próxima refeição. As crianças crescem por ciclos e há alturas de maior e menor apetite. Tem de se respeitar isso.
Se houver preocupações com a alimentação pode tomar Centrum Júnior.

Para a Susana

Os fãs têm que ter tratamento especial.
A Susana pediu um tutorial sobre pompons de papel. A Susana tem o tutorial. Existem muitos no youtube. Se eu consegui fazer com estas mãos habilidosas que Deus me deu, qualquer pessoa consegue fazer igual ou melhor usando apenas os dedos dos pés.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Aniversário da Alice

Apenas família direta e os seus amigos de 1 metro como ela. Estava entusiasmada e feliz... houve uma altura que se deitou no quarto de jantar a olhar para a mesa já meia composta com as coisas para o lanche de aniversário. Ficou algum tempo parada a olhar... logo depois começou a correr para a casa mas gostava de perceber o que estaria a pensar enquanto olhava para a mesa.
Foi simples, tudo feito em casa pelo pai e pela mãe. Bem... se formos rigorosos tenho que dizer que fiz a gelatina e a boca doce e lavei muita loiça. Os salgados, os croissants, o creme de cogumelos, o bolo de aniversário, a delícia de requeijão foi tudo obra do pai. Uma divisão justa tenho em conta as competências culinárias de cada um.
E os pompons? Sim, parece impossível mas foram feitos por mim.

 
 
 
 
A festa não foi festa enquanto não chegou a Nina.
 
 
O meu segundo tesouro.
Dormiu e acordou a tempo de ver a irmã soprar as velas.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Ontem ao deitar

Eu: "Amanhã quando acordares já terás 4 anos!"
Os seus olhos brilhavam, um sorriso de orelha a orelha, agarra-me nas mãos e diz: "Mãe, eu estou tão crescida!"

Podia ser um post muito lamechas...

... mas vou só dizer que tudo começou há 4 anos atrás.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Um olfato extra sensível

Tenho em casa um minúsculo ser que se queixa dos cheiros a toda a hora. Se fazemos comida tanto pode ser um "huummm que cheiro bom" como "ahhh o que é isto!!! Não consigo cheirar... isso é a minha comida?"
Quase todos os dias se queixa do cheiro da comida ou da rua ou do que está no carro. Cheira a roupa, os livros, os bonecos e quase nunca mete nada na boca sem cheirar.
O outro dia à mesa na casa dos avós e muito constipada:
Alice: "Mãe, eu quero ficar sempre doente!"
Eu: "Então porquê?"
Alice: "Para eu não cheirar as coisas."


quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Janeiro e...

... compras de Natal por fazer.
Partimos a 17 de Dezembro para passar o Natal junto da família paterna. Em Lisboa e, em pouco mais de 2 horas, comprámos tudo o que levaríamos para a casa dos avós.
Regressados à terra materna, as ofertas de Natal só serão trocadas por estes dias. Não fazia sentido comprar tudo mais caro quando agora posso comprar nos saldos e assim dar mais com menos.
Tenho agora uma lista de compras para fazer...

Fastio em casa, fome na rua

Em casa as refeições têm sido tãoooo longas e sinónimo de chatices com a sopa e, por vezes, lágrimas. Na rua parece que a fome é uma constante.
Põe o pé na rua e diz logo: "Huummm... podíamos ir a um café comer um pãozinho e um leitinho!"
Entrámos no comboio depois de um almoço de sopa, segundo e fruta e diz: "Ai, mãe que fome! O que tens para eu comer?" Foram iogurtes, croissant, empada e água.
Chega ao aeroporto e teve direito a nuggets e batata frita (que chatice, eih!).
Entra no avião e a primeira coisa que me diz é: "Huumm, tenho tanta fome, mãe! Toca aí no botão e chama o homem da fome!" (nunca tal tinha ouvido)

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Fim das férias

Estamos a caminho de casa mas só chegaremos muito, muito tarde...
Primeiro o comboio.




segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Corte de cabelo

Primeiro foi o pai e a filha, no dia seguinte a mãe e uns dias depois o mais novo, na sua estreia.



Está um homenzinho.