ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quinta-feira, 31 de março de 2011

Countdown

E começa um novo e o mais fantástico countdown no blog Vislumbres de mim:

Só 10 dias... quem diria :) Está quase!

Look Book #20



Quando o tempo de manhã é reduzido a 10/15 minutos...

Google comemora

O 200º aniversário do químico alemão Robert Bunsen.

quarta-feira, 30 de março de 2011

À noite


Vinho: Monte Cascas Branco

Notas de Prova: De cor citrina e nariz elegante, onde se destaca a fruta madura em conjunto com elegantes e agradáveis notas tostadas, tendo por fundo um envolvente aroma a lima/limão, na boca mostra frescura e uma bela acidez, destaque para as suas notas citrinas, ainda muito vivas fruto da sua juventude, tem um final de boca médio de comprimento mas muito equilibrado.


Confirmo!

Ontem e hoje

Foram e estão a ser, dias de muito trabalho físico. Nem sempre os dias são passados à frente de um computador...

Abbie Cornish: Girl On a Mission - Vogue Australia by Max Doyle, December 2009

terça-feira, 29 de março de 2011

Sms

Eu juro que estou a trabalhar mas não será por muito mais tempo:
"Vamos beber um copo?"


Kristen Bell - ASOS Magazine by Elias Tahan, June 2010

Frases que marcam

"... o amor é uma doença quando nele julgamos ver a nossa cura!"




Sem paciência

Tenho que trabalhar numa candidatura e a paciência não está abaixo de zero mas anda a rondar. Já estive a passar a ferro, tenho vontade de estender roupa, tudo para não me sentar em frente ao computador concentrada.
E o prazo? O prazo é mesmo hoje à noite e não posso fugir mais...

Imagem renovada

Eram as folhas de outono que me estavam a fazer confusão. Agora mais primaveril. Qualquer dia faço uma superprodução e o modelo estará mais em consonância com a minha pessoa. Até lá...

Desconfianças

Eu desconfio de pessoas que passam quase nariz com nariz na frente dos outros e daquelas bocas não são capazes de sair um bom dia ou um boa tarde. Para não falar na falta de educação... ou se calhar anda tudo com azia e eu estou a ser mázinha.

Christina Hendricks - Badgley Mischka Show, February 16th 2010

segunda-feira, 28 de março de 2011

Só para os fãs como eu...

... não me digam que a Tracy voltou encarnada na Melissa?!?

Novo selo

Já o afirmei que não sou rapariga de recusar um selo principalmente se foi oferecido com a seguinte designação: "a meninas 5 estrelas"
Vindo de Dia-a-Dia, o meu agradecimento. Não há desafio o que torna tudo mais rápido.

O sofrimento é mais real...


Apesar do filme insípido, algumas passagens valem a pena, novamente pelo Nuno Markl e, desta vez, com uma história tão real para todos nós. O sofrimento parece-nos mais real, mais verdadeiro, mais sentido do que a maior gargalhada. As lágrimas que nos correm na face marcam mais fundo, deixam-nos mais vivos do que as sonoras gargalhadas que nos iluminam o rosto. Por que razão parece que sentimos mais a vida quando sofremos do que quando rimos?

Eu vi

Ai Deus, que argumento tão insípido, desinteressante e pouco explorado.


A minha personagem preferida foi o Nuno Markl. Fazia de um escritor a braços com um romance inacabada que decide criar uma nação. Valeu a pena por ele, pelas gargalhadas que me fez soltar e pelas suas fantásticas t-shirts.

Look Book #19


Início da semana

As segundas-feiras podem ser dolorosas ou amargas mas existe um sabor a renovação e novo início que me agrada em tantas segundas-feiras. Geralmente, são as segundas-feiras acompanhadas de sol como hoje.

Zooey Deschanel

A amigos e familiares

Não, não sou eu o português que ganhou o Euromilhões juntamente com o Belga na passada sexta-feira.
Hoje é segunda e apresento-me para mais um dia de trabalho.
Se calhar para a próxima se jogar aumento as probabilidades de ganhar em 100%, quando comparado com o não jogar.
Aposto que a minha tristeza é partilhada...

Deborah Ann Woll in InStyle, August 2010

domingo, 27 de março de 2011

Só uma lembrança

Estou a 15 dias de fazer anos, ou seja, não é o próximo domingo, é o outro logo a seguir...

Amy Sedaris

Boca grande, eu já sabia...

Eu já sabia que tinha uma boca grande que fala demasiado e que mais ganhava se tivesse em silêncio. Mas o que fazer? É mais forte do que eu.
Hoje visitei a minha tia mais velha . Em sua casa estava um meu primo vindo do outro lado do mundo por duas semanas com a sua esposa. Casaram pouco antes do Natal.
Na visita promove-se a conversa de circunstância porque, apesar de sermos primos, só o tinha visto uma vez há anos atrás.
Eu: "Ah e tal... vocês ainda estão em honeymoon e blá, blá. Pelo menos uns 5 anos." (tudo em inglês)
E a minha prima Mari ainda ajuda a conversa:
Mari: "Altura em que podem divorciar. Ah e olha que alguns nem chegam a 1 ano e blá, blá" (sempre em inglês)
Eles esboçavam um sorriso... pouco adiantavam na conversa... e no meio dos drinks e cooktails preparados pela minha tia nem estranhei a reacção, pensei que fosse o nosso inglês pouco perceptível.
Não é que já casaram, já se divorciaram em menos de 1 mês depois e agora voltaram a ser namorados e estão a viver juntos??? Oh... já alguém da minha família podia ter-me dito. Mudava a conversa de circunstância para o tempo que estava chuvoso e nublado e que amanhã podia estar sol.

Anne Hathaway by Yu Tsai

Estás a pedi-las...

... mas ainda não é com este post que as vais ter.

Sucker Punch

sábado, 26 de março de 2011

Constatação

A cada semana que passa vou seguindo mais um blog, encontrado numa cadeia de blogues que visito que nos levam a outros blogues que nos levam a outros blogues mais.
A minha lista vai aumentado. À medida que a lista aumenta, mais difícil é ficar a par de todos os posts publicados e muito mais difícil ainda é comentar.
Fico a pensar se valerá a pena ter uma lista tão longa e depois não conseguir acompanhar as publicações e, muitas vezes, nem conseguir comentar aqueles que me são mais queridos...

Em dias de sol

O sair da cama em dias de sol é sempre algo apetecível, mesmo que seja fim-de-semana e o despertador não funcione.
Como a noite anterior foi passada a trabalhar e o descanso apenas se deu após a 1h da manhã, o despertador fez-se já passava das 9h30. Como estava sol o convite para fazer um bolo foi logo substituído por um passeio.
Pequeno-almoço numa esplanada em óptima companhia. Adoro começar o dia assim...



Como sabemos?

Como sabemos que estamos a falhar? Como sabemos que podiamos dar mais de nós aos outros? Como medir a parte que nos compete da parte que compete aos outros?
Sinto que não consigo estar com todas as pessoas que devia, que queria ou que me esperam. Hoje estou assim... sinto que já não vejo algumas pessoas há algum tempo, que tenho visitas pendentes e ofertas por dar. Conversas que já não se fazem, que aguardam por dias mais compridos e quentes.

Mia Wasikowska: Once More Through the Looking Glass - BlackBook by Santiago Sierra, April 2011

sexta-feira, 25 de março de 2011

Animal Print

Visita-me em pensamentos

Há dias, dias em que nos desiludimos um pouco mais, dias em que parece não vermos uma luz ao fundo, em que me visita em pensamentos o que outrora já tive e recusei continuar a ter. Decisões que foram tomadas sem conhecer o futuro mas crentes que eram as mais acertadas.
Depois há dias em que essas decisões parecem tudo menos acertadas e isso doi um pedacinho mais fundo...

David Jay

Passividade

A passividade nas pessoas é uma das características mais enervantes que posso encontrar no meio profissional. Fico mesmo enervada. E se isso afecta directamente o meu trabalho, nem se fala...

Mia Wasikowska: Once More Through the Looking Glass - BlackBook by Santiago Sierra, April 2011

Jantar surpresa

Pensava G. que ia jantar sozinho com a namorada e, à espera dele, éramos quase 20. Uma festa! :)



O bolo de aniversário feito pela namorada.

Gralha de Computador

Vejo tantas vezes escrito por essa blogosfera fora o ce com cedilha, ou seja, çe.
Por exemplo: Hoje acordei çedo!

Fico sempre na dúvida se será uma gralha de computador, distracção ou se pensam que existe na gramática portuguesa o çe??
Acho que mais básico do que isto é difícil...

Dita Von Teese

quinta-feira, 24 de março de 2011

Afilhada

O dia 24 de Março não é apenas do meu mano G., este dia é também da minha prima e afilhada B.
Ela nasceu eu não tinha 5 anos, tinha 15. Nasceu uma linda bebé e hoje em dia é uma linda mulher que faz 24 anos no dia 24. Dizem ser o dia feliz!
A sua casa ficava ao lado da minha, quase coladas e todos os dias a sua presença era registada no meu quarto. Ia brincar com tudo o que lá houvesse, passando pela face das bonecas, depois a fase das pinturas na cara e a bijutaria, depois a fase das explicações nos estudos, e depois veio a fase dela ser grande e sair com os seus amigos e eu sentir que estava a ficar velha.
Quando se crismou escolheu-me para sua madrinha. Não são apenas estes laços que nos unem, unem-nos laços de sangue e de amor.
A ela desejo o melhor do mundo...

Look Book #18




Este blog também dá prémios

Não há blog que se preze que não ofereça qualquer coisa, nem que seja um lápis de olhos de uma marca que nunca ouvimos falar.
E eu penso: "Vêm aqui os meus seguidores e não só e este canto nunca tem nada a oferecer a não ser alegria e boa disposição." (Às vezes! Às vezes!)
Assim sendo, vou fazer como os outros. Quero ter um blog no Top das audiências nacionais e comunicar-vos: Chegamos aos 500 seguidores (mais década menos década estamos lá) e teremos vários prémios a sortear. A saber:

1º Prémio: um espelho retrovisor de um citröen Saxo que serve para usar numa casa de banho ou closet quando passar o rimel ou o lápis de olhos. Levou uma pancada e partiu o encaixe. Para carros já não serve.

2º Prémio: uma t-shirt sexy de tamanho L. A minha prima Mari deve ter alguma. Emagreceu tanto e agora só veste M. Tenho que lá ir e não deixar impressões digitais.

3º Prémio: uns sapatos beje quase novos da ZARA, tamanho 38. A Lu deu-me porque lhe ficavam apertados mas, com muita pena minha, salta-me do pé e como são abertos na frente não resulta usar 3 meias de desporto brancas e grossas da NIKE. Caso não chegue aos 500 seguidores ficam guardados para se um dia engravidar e os meus pés ficarem como dois bolos de massa sovada.



P.S. Qualquer dia fotos dos prémios.

Eu não disse...

Ligo ao meu irmão a dar os parabéns. Ele responde com uma voz em que se percebe estar a sorrir de orelha a orelha. Não pelo meu telefonema mas porque chegou ao trabalho dele e os colegas (quase tudo mulheres) tinham cartazes pendurados a desejar felicidades e a dar parabéns. Levaram bolo, fruta, bebidas e muitas outras coisas e na hora de almoço vão todos comer juntos. A ele apenas pediram a presença.
 Eu não disse que não há mano como o meu...

Jake & Maggie Gyllenhaal

Deitar cedo e cedo erguer

Ontem adormeci já no meu quarto (ao invés do costume - sofá) pelas 23h30. Não me lembro da última vez que me deitei tão cedo.
Resultado: despertador toca às 7h10 e eu salto da cama bem disposta. Ainda não eram 8h da manhã já estava a estacionar o carro no parque do meu trabalho.
Será que consigo repetir esta proeza o resto dos dias da minha vida?! Era bom...

Christina Hendricks

Mano G.

Tinha eu 5 anos de idade e a minha vida mudou, numa mudança positiva para nunca mais voltar a ser como era. Até a essa altura era eu e o meu mano R. Tínhamos de diferença 1 ano de idade e fazíamos quase tudo juntos. Partilhávamos o mesmo quarto, as brincadeiras, as horas de seca à mesa para deixar os pratos limpos, as corridas pela casa e as horas no sofá a ver os macaquins.
Aos 5 anos a minha família é aumentada. Chegava a nós um outro irmão, um bébé que não podia correr connosco, que em pouco tempo estaria no nosso quarto, que não falava e tinha a fralda sempre suja. Cedo chegou a responsabilidade de não só olhar por ele como continuar a olhar pelo mais velho. Eu era a menina responsável, a que não infringia regras a que dizia constantemente: "Olha que a mãe vai brigar."
Rápido o bébé foi crescendo e alinhando em todas as minhas brincadeiras de menina. O meu mano mais velho nunca teve muita paciência para brincar com as minhas bonecas e rápido fugia do meu raio de visão se não alinhasse nos carros e tropas. O G. não! O meu querido G. 5 anos mais novo, fazia-me as vontades e lá pegava em bonecas, tachos e panelas e ficava horas do meu lado. Corríamos a casa com as bonecas de arrasto, os jogos de puzzle e de tabuleiro, o serviço de chá e eu tinha a companhia perfeita para as minhas brincadeiras. O mais velho alinhava connosco mas o requisito era substituir as bonecas por soldados da tropa que iamos destruindo com um berlinde até ficar apenas uma equipa vencedora.
Os anos passaram e eu acompanhava G. nos seus estudos. Ensinava-o a escrever e a contar. Ele foi crescendo rápido, mais rápido do que a minha mente podia acompanhar e mesmo com 20, 21 e 22 em diante, não conseguia ver-lhe com mais de 15 anos.
Hoje, faz 32 anos, ou seja, uns 19 para mim. Está um homem feito e não conheço ninguém com quem se tenha cruzado que não o ache uma pessoa extraordinária. Há quem chegue a dizer que ele é o novo Messias que veio ao mundo, não é Mari?! :)
Impossível descrever a forma como ele está no mundo, como se relaciona com todos. Impossível medir o tamanho do seu coração. Impossível encontrar tamanha bondade e alegria numa pessoa.
É com orgulho de irmã e de pessoa que sou que afirmo que não existe outro como ele, que ele transforma todas as vidas em que toca e que a bondade que espalha à sua volta atinge-nos a todos e faz de nós pessoas melhores.
Sou suspeita como irmã, mas os outros não o são e não é só no meu coração que ele vive...


Parabéns, G. de uma das tuas personagens preferidas!

Google diz...

... que hoje comemora-se o 137º aniversário do grande Harry Houdini.

quarta-feira, 23 de março de 2011

De carro ou a pé

Eu até fui, feliz e contente, a pé para o trabalho. O dia prometia ser de sol. Não passou disso mesmo, de uma promessa. À hora de sair, chuva e mais chuva. Lá tive de ligar ao meu mano G. para me salvar. Passou no meu trabalho para me levar a casa e a primeira coisa que me disse foi:
"Não viste no tempo que ia chover da tarde?"
Eu: "Oh, eu nunca vejo a meteorologia."
Ele: "Liga a tv de manhã e enquanto te arranjas vês o Bom Dia (programa regional)"

Como se fosse possível para mim andar a pensar na roupa e nos sapatos e ainda assim ir para a sala à espera que digam o tempo que fará nesse dia e, ainda mais impossível, ser uma previsão certa. Bem... hoje acertaram.

Nicole Kidman

Look Book #17




Não fiquei totalmente satisfeita com a combinação das peças que fiz... acho que alguma coisa não está a jogar muito bem...

Pressentimento

Tenho um pressentimento que vou ficar doente... um pressentimento ou então é o pingo no nariz, a minha voz anasalada  de linha de telefónica de valor acrescentado e o corpo dolorido que me dizem que vou ficar doente...

Gwen Stefani

Jantar

Hoje o jantar foi com três ex-formandas minhas de longa data. Hoje somos todas colegas de profissão, não na mesma instituição mas todas para o mesmo patrão - o Estado.
Foi um jantar tão agradável e divertido. Foram quatro horas à mesa como se tivessem sido uma. Viemos embora porque já eram quase 11h da noite e amanhã é um novo dia, caso contrário, a esta hora ainda estávamos à conversa.

Maggie Gyllenhaal

terça-feira, 22 de março de 2011

Look Book #16


Saia em pele (napa) na categoria:  Peças Magníficas a menos de 5€
Saia em saldos por 3€ (as collants foram mais caras). Mais dia menos dia quero a coroa de Rainha da Pechincha.