ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

domingo, 18 de dezembro de 2016

Noites loucas

Há noites em que penso em contar as vezes que me levanto para ir ao quarto das crianças. Perco-me nas vezes e tanto podem ter sido 3, 4 ou 7 que me parecem sempre uma dezena.
Na noite de sexta-feira, como em uma ou outra noite decidi contar quando deitava o rosto sobre a almofada a desejar uma noite sossegada.
Da quase uma da manhã até às 6h30 quando me levantei ao despertar do mais novo, contei 12 vezes. Não, não é normal serem tantas. O normal fica-se pelas 3, 4 vezes.
Foi uma noite de tosse e constipação da mais velha. Cada espirro era seguido de um maaaãeeee, cada tossidela por um gemido e mais um mmaaaaeee.
E uma pessoa recorda as noites em que não existiam crianças e na chatice que era quando vinha uma noite em que a bexiga não aguentava até de manhã.
Sim, era uma chatice muito grande levantar a meio da noite para um xixi noturno. Muito chato mesmo. Agora é uma animação.

4 comentários:

Sofia disse...

Dá algum conforto saber que não somos as únicas! Por cá a mesma coisa...desde que a minha filha nasceu (já vai fazer 13 meses) que acordo n vezes de noite. Numa noite boa (a minoria, infelizmente) acordo no mínimo 3 vezes. Numa noite má acordo umas 7/8 vezes durante a noite! É dose!! AS saudades que eu tenho de dormir 8horas seguidas...Mas é a vida, o que é que se há de fazer? Aguenta-se que é tudo para nós!!

beijinhos

CS disse...

Somos muitas, Sofia ;) mesmo as que, às vezes dizem, que dormem toda a noite porque os filhos dormem 12 horas seguidas desde 1 mês de idade :)
bj

A Pimenta* disse...

Isso é provavelmente as coisas que eu mais lamento nisto de se ser mãe: as noites que deixaram de ser pacíficas. E quando uma pessoa tem de se levantar no dia a seguir e ir trabalhar e a nossa cara diz tudo?!

CS disse...

Melhora com o tempo. A Alice vai fazer 5 e já não custa nada com ela. O António com 2 ainda dá cabo da minha mioleira ;)