ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Talvez seja eu o bicho raro

A mim custa-me ouvir comentários e ver determinadas atitudes que se fazem aos outros mas que seriam impensáveis fazê-las aos seus.
Acredito que o que atiramos aos outros (seja bom, seja mau) é nos devolvido como se de um boomerang se tratasse. Mais cedo ou mais tarde sentimos na pele... é mesmo apenas uma questão de tempo.
E desiludem-me essas pessoas que julgava serem bem mais do que esses comentários e atitudes... mas afinal não passam de pessoas que pensam estar acima de tudo e todos, numa postura de invencíveis.
E sinto um vazio sempre que alguém me desilude dessa forma...

 

5 comentários:

Jardim de Algodão Doce disse...

Tudo tem o seu retorno, é só uma questão de tempo. Tudo é devolvido, na forma e no tempo certo. Segue em frente! Beijinho

CS disse...

Pois é. Nem foi nada relacionado comigo mas se fazem aos outros podem, mais cedo ou mais tarde, fazê-lo a mim. E como diz o ditado popular: "Se queres saber de ti, escuta dos outros."
Bj

CoriscaRuim disse...

Sabes aquela célebre frase "karma is a bitch"? Pois cada vez mais acredito nisso. Não há nada de mal que não façamos, que não venha a dobrar.
Quanto a atitudes, acho que são poucas as coisas que ainda me conseguem chocar. E não tenho prazer algum em dizer isso. Tenho até muita pena :(

Rui Pedro disse...

Não acredito neste efeito de retorno. Mesmo que acreditasse, este nunca deverá ser a razão para agir menos bem com os outros.

Detesto pessoas que falam mal de tudo e de todos. Detesto pessoas que se gostam de superiorizar à custa dos outros, seja por comentários, seja por atitudes. Da graçola ridícula à humilhação. Aliás, desde os meus tempos de escola sempre condenei os chicos espertos que alimentavam o seu ego e a sua popularidade à custa daqueles teoricamente mais frágeis.

Na realidade passamos a vida a tentar impor as nossas ideias e opiniões aos outros e não é raro acharmos ter sempre razão, mas nas nossas relações sociais o respeito pelos outros deverá ser um princípio intocável.

Assertivo é o provérbio: “Não faças aos outros aquilo que não queres que te façam a ti.”

(Excelente ilustração!)

CS disse...

Rui Pedro, assino por baixo. Contudo, continuo a acreditar no efeito retorno, não como uma razão para não fazer o mal ou fazer o bem mas porque ele existe.