ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, 4 de maio de 2015

A chegada de um bebé #1 (Intercomunicador)

Dou início a uma série de posts sobre compras para bebés, todos eles dedicados à querida Sónia.

A vinda de um bebé implica uma lista quase infindável de artigos. Alguns são imprescindíveis, outros nem por isso, muitos são fruto das modas, outros fazem parte de uma necessidade dos novos tempos.
Já com dois na conta, confesso que fui privilegiada. Muita coisa emprestada, alguma dada, outra oferecida e algumas compras feitas.
Por questões de orçamento familiar não fui levada por modas, apesar de todos termos um pouco de vaidade, principalmente quando se toca aos nossos filhos. Sim, levá-los a passear com kits fashion em carros de passeio mais caros do que o nosso próprio carro familiar visita-me em alguns sonhos mas rapidamente coloco os pés no chão e vou à procura da melhor relação preço/qualidade dentro do meu orçamento.

A primeira compra essencial, a meu ver claro, é um intercomunicador. Um investimento claramente recompensado pelo uso diário, podendo-se levar para casa de familiares ou para férias.
A questão prende-se na escolha apenas de som ou na combinação som/imagem. Como a diferença de preço é muita estava balançada para apenas som, contudo, pela recolha de experiências de outras mães optei pela combinação som/imagem. Nunca em momento algum me arrependi.
Termos imagem implica não correr a cada espirro, tosse ou choramingo. Termos imagem implica sabermos se no silêncio ele está de cabeça coberta ou descoberta, se levantou-se do berço ou se dorme. Isto porque nem sempre o silêncio é sinal que dorme, nem sempre o silêncio é sinal que tudo está bem. O inverso igual. Nem sempre os barulhos típicos de um bebé significa que está a precisar de nós.
É mais caro, sem dúvida, mas quem disse que não podemos usá-los até os nossos filhos fazerem 18 anos?! É mais caro mas dividam o valor médio (cerca de 200€. Há opções de câmaras que rondam os 80€ e que se ligam via wireless ao computador e telemóveis) pelos dias de uso.
Uma pesquisa pela internet para verem qual a melhor opção, dentro das disponíveis.


 
Esta foi a nossa escolha há 3 anos atrás. Cerca de 180€
Acredito que haja muitas com a imagem maior.
 
 

3 comentários:

Kelle disse...

http://www.motorola.com/us/monitors/MBP33-Wireless-Video-Baby-Monitor/95184.html Esta foi a minha escolha e só tem um problema: a bateria não dura muito tempo, mas também não me incomoda, tenho-a sempre ligada à tomada. Foi o meu irmão que me ofereceu e custou à volta de 150€ na Amazon.

sushi disse...

por acaso foi coisa que ainda não nos decidimos a comprar...como a casa é pequena, ainda estamos indecisos se será preciso. se bem que acho que na 1ª noite em que ele dormir sozinho no seu quarto, vou a correr comprar um :p

coisasquetaiseafins.blogspot.pt

CS disse...

Mesmo em casas pequenas aconselho a compra. Imagina que estás sozinha em casa, na casa de banho a tomar duche. Podes levar o intercomunicador. Ou estão na sala com portas fechadas a ver televisão, em vez de estarem sempre em alerta podem relaxar porque têm o intercomunicador. Nos primeiros meses pensamos que o bebé está sempre a chorar, até o ouvimos chorar e é só imaginação. Quantas vezes a ouvi chorar e nada aparecia no intercomunicador. Até ia confirmar e era apenas o cérebro em alerta constante. A mudança de quarto acabará por exigir para dormir mais descansada. E se for para comprar porque não comprar logo de início para rentabilizar ao máximo. Sem falar nos jantares em casa, todos na conversa e nós sempre a dizer: xiiii.... o bebé está a chorar? Ouviste? Eu acho que ouvi...
Felicidades