ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, 18 de maio de 2015

As noites, ai as noites!

Fui visitar uma amiga que teve o seu segundo filho há cerca de 1 mês e meio. Esse bebé, ainda com cara de recém-nascido, corpo molinho que apetece pegar ao colo e ficar colada a ele o dia todo, já dorme a noite toda. Nas noites que não dorme é porque a mãe fica preocupada com tantas horas sem mamar (sim, é mama, não é suplemento ou papa no biberão) e lá o acorda para o colocar à maminha.
E eu, mãe de um grandalhão de 6 meses (meio ano, minha gente) que já segura a cabeça, arrota como gente grande, ri-se na minha cara, puxa-me os cabelos com força, ainda acorda às 23h, depois 1h da manhã, vira 3h da manhã, vejo as 4h, ah, não, já são 5h da manhã e pensei que só tivesse pestanejado, às 6h a fralda está a transbordar, 6h15m está a rir-se como quem quer brincadeira, eu estou de cara séria mas dou-lhe um beijo num leve sorriso, às 6h30m estou a pensar que se calhar já me levantava, só mais um pouco, ahhhhh são 7h45m e tenho que tomar duche.
Nem todas as noites são iguais. Há noites de horas pares, noites de horas ímpar.

Moral da história: Eu não sei se fico feliz pela minha amiga se elimino o número dela do meu telemóvel porque, como diz o outro: Há 2 tipos de pais no mundo: pais que têm filhos que dormem sem problemas nenhuns e pais que odeiam pais que têm filhos que dormem sem problemas nenhuns.

1 comentário:

Dina Pimentel disse...

Meu bebé já fez 8 meses e ainda não sei o que é dormir uma noite toda desde que nasceu ...Esta noite até que nem foi má pior é que eu acordo na mesma para ver se ele está acordado ou a chorar.