ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quarta-feira, 6 de maio de 2015

A chegada de um bebé #2 (carrinho de passeio)

Outra das compras fundamentais, mais do que isso até, mesmo obrigatória por lei (se andar de carro) é o ovo e consequente carrinho de passeio, ou os conhecidos, trios: alcofa, ovo e carrinho.
Atualmente, nenhum bebé sai da maternidade sem ir transportado no ovo.
É aqui que os preços disparam, havendo verdadeiros Ferrari para bebés.
Vou falar, mais uma vez, da minha experiência, não aprofundada do assunto.
Como me emprestaram um ovo da Prénatal, a escolha do carro teve que recair sobre esta marca. Assim, na altura, comprámos apenas o carro de passeio da Prénatal que nos custou cerca de 130€.
Na maioria, os pais têm que comprar tudo, optando pelos trios. A alcofa é usada apenas nos primeiros 3 meses de idade, caso não optem pelo berço mais pequeno ou o berço normal. O ovo servirá até cerca de 1 ano de idade, no máximo e o carro de passeio até uns 4 anos. Contudo, a partir de 1 ano e meio, os carrinhos de passeio tipo bengala (mais leves e cómodos de transportar) são a melhor opção para os passeios. E uma excelente escolha para andar em viagem.
O meu conselho é que avaliem bem os preços dos trios e se irá compensar a aquisição da alcofa para um período tão curto de uso e, às vezes, sem qualquer uso, como já ouvi de alguns pais.
Assim sendo, ovo e carrinho de passeio são imprescindíveis. As marcas mais económicas passam pela Prénatal e Zippy. Havendo ainda a Bebéconfort, Chicco, Quinny.
Analisem até que peso vai o ovo e se a inclinação não é muito acentuada, preferindo os bebés irem um pouco mais deitados, podendo fazer longos sonos no ovo. Na cadeira é importante analisar a forma de abrirem e fecharem, se o fazem com facilidade e o tamanho que ocupam na bagageira do carro.
Há uma variedade tão grande de modelos e preços que a dificuldade é escolher entre tantos. Há também a possibilidade de adquirir em segunda mão em sites como o olx e Custo Justo onde é possível encontrar trios e duos quase novos que tiveram pouquíssimo uso.


 
No mundo da parentalidade, os carrinhos de passeio, são, na minha opinião, além de uma necessidade básica um objeto de estatuto social e ostentação. É só entrar um evento para crianças e ver os carrinhos que se juntam, onde, muito discretamente, se olham para os modelos de marcas que transportam os lindos bebés que se juntam, talvez até antes de se olhar para os sapatos e roupas das mamãs que os empurram. Ou será que sou só eu que penso assim?

1 comentário:

Ela disse...

É sim Srª. Competição com bebés como desculpa.