ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Queixas

Não sou muito queixosa, tento sempre focar-me nos aspetos positivos e minimizar os negativos. Nem sempre consigo, nem sempre o positivo é visível a olho nu e eu queixo-me, sopro, suspiro e deixo a minha cabeça tombar, os meus ombros descairem e fico mais silenciosa.
Depois olho à volta, ou para trás de mim ou mais em frente, ouço os pulos deles no chão de madeira, ouço um "adoro-te minha mãe maravilhosa", vejo uns braços minúsculos a abrirem na minha direção e, por momentos, apercebo-me que estou desfocada dos meus objetivos, das prioridades da minha vida.
Eles são, realmente o que mais importa e, para eles, só nós importamos, nada mais. A casa, o carro, os prazos, o que sonhamos, desejamos ou aspiramos é pequeno comparado com o resto.
Às vezes tenho que trocar este cérebro de adulto por um de criança para perceber o verdadeiro sentido da felicidade.

7 comentários:

Maria do Mundo disse...

Foi essa a minha grande mudança no último ano.

A Pimenta* disse...

Ora aí está, por vezes passo por situações semelhantes e penso que aprendo muito mais com a minha filha do que aquilo que pensei inicialmente.

Kaipiroska disse...

Amei "Às vezes tenho que trocar este cérebro de adulto por um de criança para perceber o verdadeiro sentido da felicidade."
Eles são mesmo o que de melhor temos nesta vida, o resto são complementos...
Beijinho

Kaipiroska disse...

Vou "roubar" esta tua frase e publicar no meu blog com os devidos créditos. Espero que não te importes :) bjinho

CS disse...

Querida kaipiroska, com orgulho em publicares. Eles sabem mais do que nós no que realmente é importante; )

CS disse...

Pimenta, eles ensinam-nos tanto ;)

CS disse...

Maria, bonita mudança; )