ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, 23 de abril de 2012

As diferenças começam desde tenra idade

No sábado nova aula de ginástica e desta vez no Parque Urbano da cidade.
A minha princesa foi comigo. Ainda é um stress deixá-la em casa sem saber se pega no biberão, se o leite é suficiente, se vai chorar por mais... um dia isto tem mesmo de acontecer mas até lá faço o possível por ela beber directamente da fonte.
Lá fomos as duas e mais alguns bebés. Um deles apenas com um mês de idade e olhei pensando que a minha Nisca tinha passado pelo mesmo há anos de luz atrás.
O piso quase sempre regular mas algumas pedras pelo caminho. Os restantes bebés iam como se andassem sobre nuvens enquanto olhava para a minha princesa e via as suas bochechas estremecerem ao longo do caminho.
É uma diferença abismal entre o veículo da Alice e o veículo dos filhos das minhas colegas de ginástica. Os delas robustos, cheio de alavancas e o meu simples, muito simples, a estremecer por todo o lado.
Gostava, a sério que gostava que a minha filha não pensasse desde tenra idade que a vida está cheia de pedras ao longo do caminho. Gostava que a minha filha pensasse que a vida cá fora é fofa, suave e tranquila.
Mas não... a realidade é bem diferente e ela desde cedo está a ver que a vida não é fofa e suave, a vida é agitada e cheia de percalços.
Eu não podia ter-lhe comprado um carro que fosse mais caro que o carro de família.Não podia ter-lhe comprado um carro que é caro demais para não andar a gasolina e não levar mais de 1 pessoa e com menos de 15 kg.
A minha preocupação será mais com a cadeira auto quando já não couber no ovo.


Se a troika por cá não andasse talvez ela tivesse uma destas. À falta de melhor anda numa da Pré-Natal que nos custou 120€ em promoção. Aprovadíssima pelo Memorando.

6 comentários:

Dreia disse...

Oh mulher as coisas com as quais tu te lembras de te preocupar!

Sónia disse...

E não anda bem??
Não lhe deixas faltar nada pois não???
É bom quando se pode comprar carros e outras coisas carissimas que nos fazem bem ao ego, mas sabes-se lá quantas dessas pessoas não estouram o cartão de crédito para uma vida de aparências.
O mais importante já tu deves dar e muito à tua filha.
Beijinhos

Me disse...

Oh querida, como diz a Sónia, é muito bom poder comprar tudo sem estar preocupada com o valor das coisas. Mas mais importante do que isso é que não lhe falte amor, carinho e saúde.

Beijinho

Sandra disse...

O melhor que lhes podemos dar dinheiro nenhum pode comprar! Amor e felicidade nunca vai faltar á nossa princesa. Lembro-me que no nosso tempo não havia tanta escolha e tantas marcas como agora, tinhamos coisas simples e crescemos felizes :)
Beijinho grd com saudades***

CC disse...

Tonta...O essencial está lá e de sobra! O carrinho é só um acessório! "O essencial não se vê com os olhos".
Beijo de coração,
CC

PIRII disse...

quanto mais cedo as pessoas se apercebem das desigualdades, mais cedo começam a corrigi-las.

as ilusões utópicas acerca da sociedade são um potencial motor para ignorar as injustiças reais.

a nossa Nisca, com ou sem veículo de última geração, há-de-ser uma mulher de garra e genica ;)