ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Fazer ou não o curso de preparação para o parto?

Não falo pela maioria, falo por mim, pela minha experiência.
Ainda o outro dia na aula de ginástica perguntei à Lu:
"Estás a gostar do curso?"
Lu: "Estou... só não sei se vai servir de alguma coisa... pois tenho receio de na altura precisa não conseguir aplicar o que aprendi..."

Bem... ouve-se dizer muita vez que na altura esquece-se tudo, que se entra em pânico, que se tem o sentimento de que não serviu de nada o que se aprendeu.
Eu posso dizê-lo que o curso não é só as respirações. Posso dizê-lo que fiz uma cesariana e não cheguei sequer a colocar em prática as respirações de expulsão. Se vou afirmar que não serviu de nada o curso? Longe disso.
O curso permitiu estar calma até ao último minuto. O curso fez-me conhecer o local onde ia ter a minha filha. O curso ensinou-me tudo o que se ia passar mesmo antes de o viver. O curso permitiu-me ir calmamente e feliz a conduzir para o hospital já com contracções de 5 em 5 minutos sem entrar em pânico ou ter de chamar um táxi ou ambulância. Consegui manter-me lúcida, ter uma contracção à porta de casa e saber que a seguinte seria passado 5 minutos, possivelmente no parque de estacionamento do hospital e foi :) (tenho a sorte de morar mesmo perto e de madrugada não haver trânsito).
Além disso, as aulas serviram para conviver com outras mulheres que passavam pelo mesmo que eu, uma partilha que se torna mais íntima do que com as nossas amigas que, muitas vezes, não têm paciência para ouvir falar de pontapés na barriga, fraldas com recorte de umbigo, aspiradores nasais ou qual o melhor medicamento para as cólicas.
Depois temos a sorte de ter uma equipa de enfermeiras que nos apoiam fora do período das aulas e mesmo após o parto. Todas me visitaram na maternidade, todas foram ligando para o bloco de partos para saber como corria. Em casa, na ansiedade dos primeiros dias, estão à distância de um telefonema.
Posso dizê-lo que (para mim) não tenho qualquer trauma em relação ao parto (apesar das mais de 16 horas de trabalho de parto e de uma cesariana que não esperava) e que a minha rápida recuperação pós-parto se deve, em grande parte, ao curso e às pessoas que conheci.

P.S. Também foram uma grande ajuda na superação das minhas dúvidas e dificuldades na amamentação.

5 comentários:

Kaipiroska disse...

Bem, estou a ver que a próxima consulta pré-natal que fôr vou aproveitar para me informar sobre estas aulas, já que o consultório do meu obstetra e o da clínica que tem estes curso são no mesmo andar ;)

CoriscaRuim disse...

Há fraldas com recorte de umbigo? O que é isso?

(vê-se mesmo que este é um ramo que não me assiste!)

CS disse...

Eu fiz no Physis. O grupo de trabalho é excelente. Nunca fazem turmas com mais de 4 grávidas. Os restantes sítios que fazem curso não tenho qualquer feadback.

Kaipiroska disse...

Pois, é mesmo do Physis que estou a falar :)

CC disse...

Olá CS,
Faço minhas as tuas palavras. O curso, aliado ao Yoga para Grávidas (pela fantástica professora Raquel), deram-me uma enorme tranquilidade relativamente ao parto e aos atribulados primeiros dias de maternidade. Beijo grande,
CC