ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Natação para bebés

As piscinas e os bebés sempre foram algo que me preocupou. As histórias de afogamento era sempre um cenário negro demais mas que me visitava.
Assim sendo, ainda ela mal tinha saído da minha barriga e eu já pensava que mal pudesse ia coloca-la na natação. Nas consultas da pediatra fui perguntando a opinião médica: Não nos aconselhou antes de 1 ano de idade. Falou em otites, infeções de pele e infeções urinárias. Falou em piscinas com muitos adultos e crianças juntas. Eu decidi esperar...
Fez um ano, na consulta de 1 ano e meio voltei a falar e desta vez o discurso foi diferente. Alice já estava maior... que seria à nossa consideração...
Em setembro de 2013, início do ano letivo lá fomos nós experimentar.
Não houve nenhuma aula que ela não gostasse. A adaptação ao meio aquático foi excelente e a professora achou que ela tinha potencial (eu cá imaginei-a logo nos jogos olímpicos mas acho que a professora pensou apenas em ela aprender cedo a nadar).
A escolha recaiu na melhor água da ilha, sem cloro, os professores com sensibilidade e tato para lidar com crianças. A nossa professora com uma menina de 2 anos o que lhe dá uma extra sensibilidade para os seus alunos. As turmas divididas segundo a idade: 7-18 meses; 18-24 meses; 2-3 anos. Acho esta opção interna bastante importante. As turmas não chegam aos 10 alunos.
Isto é o cenário no aquafit, na Lagoa (S. Miguel).
Se esta atividade é motivo de stress familiar? Não, no nosso caso não, apesar de ficarmos sujeitos a não marcar nada para os sábados de manhã. A aula começa às 10h30 e termina às 11h15. Se contarmos com arranjar em casa, caminho, chegar cedo, depois da aula o duche, caminho, podemos falar em manhãs totalmente ocupadas em todos os sábados do ano. Se pensarmos que a mensalidade de 37€ está paga quer aparecemos ou não, leva-nos a não querer faltar mesmo. Se apetece sempre, sempre? Não, não apetece. Às vezes chove, outra vezes o vento está norte, às vezes sopra sul e a disposição não aparece. Se vou sempre? Vou, só se mesmo não estivermos na ilha, Alice muito constipada ou eu para morrer. Aconteceu umas 5 no ano letivo: férias, constipação da pequena e amniocentese da adulta.
Como a Alice não tem a lufa lufa diária de sair para o colégio, este momento é muito bom para nós. Ela encontra os seus amigos de piscina, trocam bolachas nos balneários, tomam duche juntos, brincam na água e para nós é sempre um momento de descontração e brincadeira. Quando o pai consegue ir assistir à aula ela fica ainda mais feliz e faz todas as atividades a olhar para ele e a esticar o braço à espera da festa do pai.
O próximo ano letivo será complicado... o bebé nasce em Novembro e não sei se conseguirei ir para a piscina com ela aos sábados. Talvez teremos de adiar por uns meses, veremos se este não sairá à mana e não mamará de hora a hora, obrigando-me e levá-lo comigo para todo o lado...
Lembro-me bem das aulas de ginástica pós-parto. Mama na clínica antes de entrar na sala, passados 50 minutos já ela dava o ar da sua graça e eu novamente a dar mama no final da aula. Se dormia, a coisa podia chegar às 2 horas... mas nunca passava disso. À noite, gira e toca o mesmo. Já passou, tudo passa... e sinto saudades...


3 comentários:

Joanna disse...

Por longos anos pratiquei natação nessa mesma piscina... :) primeiro comecei com Hidrokids (acho que já não existe) aos 13 anos e depois evolui para a natação até ter desistido há uns dois anos atrás :/
Nostalgia :) aproveitem bem!

Faro Portugal disse...

Natação é um bom desporto.
Bom post.

A Pimenta* disse...

Também já pensei nestas questão da natação. Acho importante o contacto com a água desde tenra idade. Eu sempre tive medo da água e só aprendi a nadar aos 26 anos. Uma vergonha! Não queria que a minha filha tivesse essa experiência em idade adulta mas sim em pequenina. A ver vamos!