ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Que não haja ilusões

"Entre um bebé, quando se sonha, e um bebé, quando ele nasce, há um ror de novidades e exigências que fazem com que qualquer boa mãe se engasgue e se atrapalhe."
Eduardo Sá, psicólogo

Este engasgo não desaparece com o tempo ou a experiência. Aprendemos a viver com ele e com as suas mutações ao longo da vida. Aprendemos que os desafios superados que nos dão alento apenas significam que novos e mais difíceis desafios chegarão. E aprendemos a viver engasgadas, no meio da atrapalhação, dando o melhor de nós. A culpa, essa culpa materna, nunca desaparecerá... vai ficando mais pequena quando menos ouvirmos o que os outros dizem de nós e da forma como educamos os nossos filhos.


2 comentários:

Sonia Barreto disse...

Foi tão bom ler isto hoje!!!! Deixei o meu filho hoje no berçário pela primeira vez pelo período todo que estarei a trabalhar!!! Estou com o coração tão espremido e pequenino que até me custa a respirar!! As lágrimas teimam em cair apesar de eu as querer engolir para não me verem a chorar!! Sinto culpa, dor, saudade do meu bebé!! Mas infelizmente não tenho outra hipótese.

CS disse...

Querida Sónia, o colo que ele lá encontrará não será o colo de mãe mas será, sem dúvida, um colo de quem lhe quer cuidar, de quem lhe quer bem. Sossega o teu coração, o dia passa a correr e daqui a nada terás o melhor reencontro de sempre, dia após dia :)
Bj