ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

To B.


Assim
Que o dia amanheceu
Lá no mar alto da paixão,
Dava prá ver o tempo ruir
Cadê você?
Que solidão!
Esquecera de mim?
Enfim,
De tudo o que
Há na terra
Não há nada em lugar
Nenhum!
Que vá crescer
Sem você chegar
Longe de ti
Tudo parou
Ninguém sabe
O que eu sofri...
Amar é um deserto
E seus temores
Vida que vai na sela
Dessas dores
Não sabe voltar
Me dá teu calor...
Vem me fazer feliz
Porque eu te amo
Você deságua em mim
E eu oceano
E esqueço que amar
É quase uma dor...
Só sei viver
Se for por você!

                          Djavan, Oceano

E este cantor me lembrará sempre como tudo começou, sem promessas e com a certeza que haveria um oceano imenso a separar-nos... Contudo, o meu coração já era dele, mesmo antes de eu saber... Um dia o oceano desapareceu e ficámos no mesmo pedaço de terra.
O tempo diz-me que vale a pena, vale a pena acreditar mesmo quando à primeira vista 2000km parecem muito para se construir alguma coisa.

3 comentários:

Soltas as Palavras disse...

Essa música é linda! Vale sempre a pena tentar ser feliz, sempre.

Ela é Bela disse...

Comigo foi mais ou menos assim. E agora também veio ele para cá e lá se foi a distância:) quando se quer, tudo se ultrapassa, até o Atlântico

CS disse...

Nada como ver o oceano transformar-se num pequeno lago ;)