ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Pedido de ajuda

Na última consulta da pediatra coloquei a questão da creche.
Alice fez 2 anos. Em setembro terá 2 anos e meio e começamos a pensar que talvez esteja a chegar o momento deixar-lhe voar um pedacinho.
Ainda não estamos preparados e muito menos o pai que desde os 4 meses é que a cria sozinho em casa. O recurso a família conta-se pelos dedos de uma mão, não por não haver outra possibilidade mas porque queremos que assim seja, temos querido que seja. No futuro talvez sejamos mais flexíveis.
Assim sendo, o momento aproxima-se e, ou será já em 2014, com 2 e meio ou apenas em 2015, tendo ela já 3 e meio.
A pediatra é de opinião que os bebés só têm a ganhar ficando em casa, contudo, chegando aos 3 anos, a ida para a creche é importante e benéfica para as crianças.
Vou começar a prospeção de mercado. Acho que as públicas estão fora de questão porque ela não completa 3 anos até 31 de Dezembro, ficando apenas as privadas ou semi-privadas. Vou excluir as totalmente privadas e que não sejam consoante o escalão de IRS por achar que uma mensalidade de 300 ou mais euros é um pouco exagerado quando se não trata de sair no final de ano com canudo na mão. Teremos todas as outras, que conheço pouco ou nada, que são apoiadas pela Segurança Social, sendo mensalidade apurada com IRS. Dentro das outras só poderão ser as que têm jardim de infância. Muitas ficam-se pelos 3 anos.
Gostava de ter algum feedback de mães/pais que tenham filhos em creches de S. Miguel (Açores) e que possam partilhar da sua experiência.
Estou a pressentir que este corte umbilical vai doer bem fundo...

7 comentários:

Anónimo disse...

Olá.Leio o seu blog e gosto muito.Sou de cá(S.Miguel)Na minha modesta opinião,acho que devias esperar mais um ano e assim a Alice entrava logo para a escola pública.Se a puseres neste próximo ano ela terá que ir para uma creche e vai passar por todo um processo de adaptação,e depois tem que sair para ir para outra escola(nova adaptação).Como dizes ela está bem desenvolvida,é sociavel,está tão bem em casa e tem toda uma vida pela frente.Os 3 anos e meio para mim é o ideal.Entrar para o jardim de infancia da escola,ficar com os mesmos amiguinhos 2/3 anos e seguirem juntos o ensino básico.Desculpa ser longo,mais tinha para dizer.Foi o que fiz com os meus filhos. Elisabete

Kaipiroska disse...

Vou também ficar ansiosamente à aguardar as respostas ao teu apelo, se bem que acho que o Diogo só irá para a creche aos 3 anos, ou seja, em setembro de 2015...

CS disse...

Kaipi, ainda tens algum tempo ;). Também posso esperar por setembro de 2015 mas ela terá 3 e meio.

CS disse...

Elisabete, muito obrigada pela partilha. Percebo o que diz.
1. Ela poderá ir para uma escola que tenha dos 2,5 até aos 5/6 ou mais como a Escola João de Deus. Aí não haverá problema de várias adaptações.
2. Também acho que se ficar mais um ano em casa não seja prejudicial para ela mas fica a dúvida se começar na creche não será mais benéfico. Ainda a ponderar...
3. Caso a família cresça, temos que ver como será a gestão do pai com um bebé e uma menina em casa... não deve ser fácil.
4. Muito dependerá das alternativas do mercado...

Rui Pereira disse...

O meu filho entrou para o Jardim de Infância a fazer 4 anos. O único inconveniente que vejo nesta opção é ele vir a acabar o seu percurso de aluno um ano mais tarde do que poderia. Embora não seja nada que me preocupe...

CS disse...

Rui, nada preocupante mesmo ;) A Alice estará sempre um ano atrasada por ser de 8 de Janeiro, se fosse a 31 de Dezembro já podia entrar com 5 na primária.

Elix disse...

Não sou dos Açores, não posso falar daí...
Mas como mãe de uma menina de quase 3 anos (faz em Março), venho falar-te da minha experiencia. A minha piolha só entraria na escola com 3 anos e 6 meses este ano 2014, mas por questões alheias á minha vontade entrou o ano passado com 2 anos e meio. Se pudesse só a colocaria este ano, mas como a vida assim o quis, digo-te... estou muito contente que ela tenha ido para a creche. Na minha opinião chegando aos 3/3anos e meio eles precisam deste convivio, desta aprendisagem fora das nossas saias. Não vou negar que ao inicio é complicado, mas ao ver tudo o que ele desenvolveu desde daí, acho mesmo que valeu a pena....

Mas claro que cada um saberá o que é melhor para o seu filho.


beijinhos