ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sábado, 24 de agosto de 2013

Encontrei a solução

Vou ter mais um filho ou dois (no caso de virem gémeos) e enfio-me em casa durante 5 ou 6 anos. Bem... faço trabalho/casa, casa/trabalho. Quando a Alice tiver 7 e o próximo uns 5 regressamos aos hipers, esplanadas, jardins, casas de amigos, viagens, o normal.
Agora (já tem uns mesitos) que a Alice reclama cada vez mais do carrinho de passeio, do ir no chão e ter que dar a mão, do querer tocar em tudo o que mexe e não mexe, do adorar correr sem destino e na direção oposta dos progenitores, do reclamar porque quer bolacha mas afinal não quer bolacha, do gritar "bola, bola, bola, mia, mia, mia" (leia-se minha, minha, minha) sempre que vê um objeto circular (pode ser um candeeiro), do resmungar porque tudo faz dói-dói quando não quer (pode ser uns sapatos, o carrinho, a mão agarrada à nossa mão) imagino como será controlar isso com outro a fazer o mesmo, ao mesmo tempo?!
Digam-me mães valentes, corajosas de mais de 1 filho como se consegue educar bem mais de 1 criança ao mesmo tempo sem dar entrada no mais próximo centro de saúde mental da nossa zona residência?

P.S. Aqui são 2h da manhã... melhor dormir sob o assunto. Até saber melhor como é isso de ter 2 ou mais filhos, já tenho medo até de beijos na boca (já ouvi falar de mulheres que engravidaram com menos).

7 comentários:

Maria disse...

Com alguma dificuldade alguns dias e nos outros um sorriso parvo na cara por tanta felicidade...mas já sabias!!!
Bjs
Maria

Susana disse...

ola

tenho uma menina de 19 meses. Em Novembro chega mais uma menina :) decidimos ter os filhos muito proximos para voltarmos à vida "normal" mais depressa! Nao vai ser facil, mas daqui a 2 ou 3 anos sao as duas mais ou menos autonomas! Tambem eu tenho uma diferença muito pequena da minha irma, um ano e meio!
segundo a minha mae foi muito dificil no inicio, mas depois ficou tudo mais simples... as duas para a escola, brincadeiras a dobrar... :)

Eliana disse...

deve ser um trabalho e peras!!
Mas tudo se consegue.. Por cá, ainda não foi desta :(
Beijinho e continuação de boas férias.

Joel Carvalho disse...

Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

http://ocarteiravazia.blogspot.com/

Anónimo disse...

ya foi o meu caso tenho uma bebé com 21 meses e uma com 1 mês nao tem sido nada fácil mas tenho esperança que as coisas entrem nos eixos.
P.s tenho outro filho com 11 anos que tem sido um espectaculo mas está na fase da pre adolescencia.
Uma coisa te garanto os Natais nestas bandas jamais serão monotonos.

Chamem-me o que quiserem - desde que me chamem. disse...

Por cá vou com um de 30 meses e outro de 5. Na generalidade dos dias consegue gerir-se e chego a pensar ir ao 3º filho: o pai é muito bom em todas "as lides" e o baby mais novo colabora imenso. Há outros dias - como o de hoje - em que faço uma laqueação tubárica mental e juro para nunca mis: birras do de 2 anos e meio. Arrrrrgghhhh!

Jardim de Algodão Doce disse...

Os meus pequeninos têm de diferença 21 meses e digo-te que não está a ser nada fácil. Ciúmes, muitos!!!! E não consegues explicar a uma criança tão pequenina. São gritos quando estou a dar mama, são gritos por tudo e nada. E eu não sei se vou sobreviver a isto sem dar em maluca!!! :)