ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Admiração

No que conta à alimentação sou relativamente preocupada e atenta, quase tanto como sou com as horas de sono dela.
Assim sendo, 95% do que come é feito a pensar nela e para ela.
Aos 12 meses a pediatra disse-nos: "A partir de agora ela pode comer tudo, menos o marisco porque é mal empregue."
Eu mantive o leite de fórmula até aos 24 meses, mantive as sopas sem sal (agora já leva uma pitada), mantive os segundos pratos sem sal (agora já é como as sopas) e só para ela.
Contudo, mantenho-a afastada de muitos alimentos (ou não...) que provocam o espanto de tantas outras mães com filhos da idade da Alice. Assim sendo, ela ainda não conhece:

a) chocolates
b) gomas
c) batatas fritas de pacote
d) todo o tipo de aperitivos (come frutos secos e adora nozes)
e) gelados
f) bolos (já provou umas migalhas de alguns)
g) todo o tipo de sobremesas doces
h) chupas, rebuçados e afins
i) qualquer tipo de sumo que não seja natural
j) bolachas recheadas
l) chocolate em pó

Não tem sido nada difícil mantê-la afastada daquilo que acho que só lhe irá fazer mal. Quando vê e pede em festas explico-lhe que é muito pequena para comer, que é comida de gente crescida. Tem resultado. É um pouco mais difícil em festas de crianças quando quase todas as outras andam a passear de gomas e chocolates na mão. Tento distraí-la com outras coisas, oferecer-lhe outras coisas que já sei que gosta e não lhe fazem mal como tostas.
Como nunca provou, não sabe o que está a perder... ou a ganhar.

Acho que em grande parte dos casos são os adultos, geralmente avós, tios, padrinhos, a oferecerem guloseimas a bebés pela primeira vez do que eles próprios a sentirem desejo por eles. E acham piada vê-los a comer, a besuntarem-se a pedirem mais quando provam e depois chegam os problemas quando os querer ver parar de comer.
Quando a minha for maior terá tempo de sobra de se estragar em doces e guloseimas.


 
Bem... retiro o que disse... realmente tem piada vê-los assim mas a minha vontade de rir não chega a tanto. Qual a minha moral para depois dizer que não, que não deve comer?!
 

10 comentários:

Ana Afonso disse...

AHAHAHAHAH
Acho que apanhava um enorme susto se visse o Estevão assim … a nadar em NUTELA!

ML disse...

Por cá e quase a chegar aos 16 meses mantemos a mesma estratégia! leite adaptado. sopa sem sal e nada de doces e afins.

Eva Maltês disse...

Eu não tenho filhos, mas é desse modo que penso educá-los!

CS disse...

Quando a minha mergulhar na Nutella tiro foto e posto ;)

A Pimenta* disse...

Devo dizer que admiro essa tua postura. Não deve ser fácil gerir esses alimentos, porque tal como dizes, há familiares que teimam em pô-los numa situação de experimentação de algo que lhes é novo. Quem me dera poder pôr isso em prática, quando for mãe.

Sónia Barreto disse...

Partilho da mesma ideia de educação.

Fashionista disse...

concordo plenamente! Nunca dei aos meus, ainda hoje não tenho em casa doces, nem bolachas, nem chocolates.

Me disse...

Não é por nada, mas a minha filha come "tudo" e não come nada do que enumeraste.

Não me parece assim tão estranho.

E por tudo entenda-se comida indiana, migas de couve, risottos de tudo e mais alguma coisa...

CS disse...

E que bem que ela deve comer, Me ;)

Rabiscos de Amor disse...

Admiro-a como mãe..
Quero fazer igual, sempre disse, mas vão para o infantário e depois as coisas mudam.. Quem me dera que o meu filho também não saiba o que são todas essas coisas até bem tarde!!