ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, 11 de março de 2016

Bye the book

Antigamente não havia blogues de mães perfeitas e filhos perfeitos a partilharem as suas experiências, não havia pediatras em cada esquina, não havia tão fácil acesso a publicações, sites, fóruns e afins e, no entanto, parece que nunca houve tanta insegurança e incertezas como hoje.
Queremos muito fazer as coisas bem, esperamos tanto para sermos mães que depois não queremos errar. Além disso, é muita informação, muitas consultas no pediatra, muitas idas ao centro de saúde, muitas amigas em que tudo correu bem, com fórmulas mágicas de dormirem toda a noite, e comerem bem e com muito tempo para namorarem e jantarem a dois muito mesmo tendo 2 e 3 filhos. Eu cá gosto de amigas com olheiras como eu, que ficam de cabelo em pé, que são imperfeitas na sua perfeição de mães, que sentem que o tempo voa, que adoram os filhos mas que têm dúvidas, que fogem ao bye the book e reprovam nas consultas da pediatra.
Isto tudo porque uma amiga me perguntava com que idade tirei o António do meu quarto, sendo que o pediatra dela lhe disse para tirar entre os 4 e os 6 meses.
Pois, eu não sei mais que o pediatra dela. Não saberei mais do que o coração de mãe dela saberá para o filho dela, eu só posso contar como foi comigo, sabendo que não sou exemplo para ninguém e que cada família tem a sua dinâmica própria.

Muito resumidamente, a minha partilha de experiência de 2 filhos:
ALICE:
Primeira filha, mais receios e dúvidas, querendo fazer tudo direitinho e ouvindo pouco o meu coração e muito as opiniões e certezas dos outros.
Ficou no berço, junto à minha cama durante todo o período da amamentação. Amamentei até aos 9 meses. Por volta dos 10 meses mudei-a de quarto. Contudo, continuava a fazer kms durante a noite. Acho que o fiz em boa altura, correu bem mas só por volta dos 18 meses começou a dormir a noite toda. Mas isso não é regra, ainda hoje acorda de noite e chama.

ANTÓNIO:
Segundo filho, menos receios, algumas dúvidas mas levando e vivendo mais o dia a dia sem pensar muito no amanhã.
Ficou no berço, junto à minha cama durante todo o período da amamentação. Amamentei até aos 7 meses. Por volta dos 8 meses mudei-o de quarto. Vivo num T2, foi assim para o quarto da irmã. Não foi fácil. O choro de um que acorda o outro. O falar baixinho no quarto para não acordar o mais novo. As histórias de dormir que passaram a ser na sala. O grito do mais novo que fazia a mais velha acordar sobressaltada. Continuei e continuo a ir várias vezes ao quarto durante a noite. Para ela, 1 vez ou 2 por noite e muitas noites em que não é preciso. Para ele, uma boa noite é ir 1 a 2 vezes. Uma noite complicada é ir 3, 4 ou acordar a chorar muito.
Ele não estranhou, na verdade, ele estranha é se entra agora no meu quarto, quando o levo para diminuir o choro dele.

Há quem mude com 1 mês, outros a 1 ano de idade, há quem fique até aos 3 ou mais. Cada família tem que perceber o que é melhor para terem uma boa noite. Há processos de mudança que têm que acontecer e que podem custar. A altura deles acontecerem, a vontade de acontecer (pode ser da criança ou dos pais) é decisão de cada família. Não há fórmulas secretas e milagrosas. Há dicas que funcionam bem com um e são desastrosas com outro e dentro da mesma família.
Importante é seguir o coração, perceber as necessidades do bebé e as necessidades da mãe e do casal. Tentar conciliar tudo e tentar dormir... ah... dormir... coisa boa que eu fazia há uns anos atrás :)

4 comentários:

Mammi Cris ♥ disse...

Tás bem preparada o number 3!!! brincando :) beijinhosssssss

Sonia Barreto disse...

Obrigada Cláudia! Muito obrigada! 😚😚😚

Anónimo disse...

Tenho 2 meninas (2 e 4 anos) e subscrevo tudo! :) Um beijinho Susana

Moa disse...

A M foi para o quarto dela com 6 meses, sempre foi de fases...tanto passa meses a dormir a noite toda como passa outros tantos a acordar 1,2,3...vezes. Agora tem andado numa fase boa, só tem acordado de vez em quando, com pesadelos. Ela mamou até aos 14 meses, mas a partir dos 5 (mais ou menos) deixou de mamar durante a noite.
Com a C não sei como vai ser, para já ficará no nosso quarto e mais tarde irá para o quarto da mana, tb vivemos num T2.