ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quinta-feira, 31 de março de 2016

Choro noturno

O António sempre foi um bebé fácil de criar. Talvez por ser o segundo e estarmos mais descontraídos ou por termos menos tempo para stressar ou porque talvez ele seja, realmente, mais calmo do que a irmã foi.
O António é bem disposto, pouco birrento e muito doce.
Era tão bom ficar por aqui... imaginar que não há nada mais para além das coisas normais e banais de um bebé.
O António tem dado noites de pesadelo aos pais. O António vai para a cama feliz e contente. Depois de sopa, fruta e banho, despede-se de pai e mana, beijo e adeus com a mão e sobe para o quarto. Eu beijo-o, deito-o no berço, uma chucha na boca outra chucha na mão, música típica de bebés e fecho a porta. Um sonho comparado com o tempo em que embalávamos a irmã até ela adormecer ao colo, um embalar que tinha que ser em pé e movimentando pela casa. Ai Deus, as coisas que fazemos para não os fazer gritar, berrar e chorar.
Mas o António nunca quis colo ou embalo ou mama ou biberão para adormecer. Fazia-o e fá-lo sozinho. Sim, é muito, muito bom! Já tinha ouvido falar de bebés assim mas, na verdade, pensava que se tratava de um mito da maternidade que nos impingiam para nos fazer acreditar que também podíamos ter filhos assim. Não é mito! Eles andam por aí!
Adormece sem dramas mas depois quando acorda durante a noite está o pânico instalado. Às vezes pelas 2h30, 3h30, 4h30 vem a resmungar, o levantar do berço e depois o choro estridente. Fico sem saber o que pensar.
Tenho um amigo enfermeiro que diz que os bebés choram por 4 razões: frio, calor, fome ou dor. Esse meu amigo não tem um António e acho que ele se esqueceu de outras razões:
1. Chora porque se lembrou que no babytv está a dar aquela música com as cores e as imagens hipnotizadoras e ele não está a ver;
2. Chora porque, apesar de ser 4h da manhã, já o dia nasceu na Austrália e ele não quer dormir mais;
3. Chora porque o silêncio da casa aborrece qualquer um a meio da noite e nada como animar a malta;
4. Chora porque tem um brinquedo na sala de que se lembrou que não brincou muito durante o dia;
Acho que podia apontar mais uma 10.
Já me perguntaram várias vezes: Serão os dentes? Sim, os dentes podem servir de desculpa para muita coisa e sim ele tem mais de 4 dentes a rasgarem ao mesmo tempo. Não sei se são dentes. Acho que não. De dia nunca se queixa...
Se fizer um rewind apercebo-me que o António tinha noites assim de choro inexplicável uma vez por mês, ou de 2 em 2 meses. Coisa pouco frequente e facilmente tolerável. Ultimamente tem sido todas as noites. Algo mudou, a alimentação noturna.
Há mais de 1 mês que não bebe leite de noite. Tanta insistência da pediatra e dos enfermeiros no centro de saúde, levaram a que tomasse essa decisão. Achei que talvez fosse melhor agora que mais tarde. Convenceram-me que ele não tinha fome de noite. Tirei-lhe o leite e tivemos umas noites mais complicadas. Passado uma semana a coisa melhorou e até tive uma noite de ele dormir direitinho sem resmungar até de manhã. Talvez de há 2 semanas para cá tudo tenha piorado. É leite, não é leite. É fome, não é fome. Não sei... sinceramente... não sei. Palpita-me que ele acorde e depois não queira dormir mais. Quer viver, é tão bom viver quando se é bebé. Limpam-nos o rabo, comida à boca, beijinhos e abraços, gugu dadá, gritamos e correm em nosso socorro. Há coisa melhor?
Antes ao primeiro resmungo, dava-lhe um biberão de leite e ele bebia até ao fim e readormecia. Não sei se o queria ou não mas acalmava-o. Fazia isso 2 a 3 vezes por noite. E apesar de acordar essas vezes e outras para chucha, não havia gritos nem choros.
Esta noite foi das 2h30 às 4h30. Às 4h30 veio para a nossa cama e lá ficou a dormir até perto das 8h. Está um pouco ranhoso e começou com tosse. Acho que isso não ajudou. Nas outras noites, sem tosse ou ranho, talvez seja problema da lua ou o vento do norte, não sei..
De manhã acorda fresco, lindo, meigo com cara de quem nos diz: "Eih, vocês estão com uma cara de enterro! O que vos aconteceu? Perdi alguma coisa?"

8 comentários:

Anauel disse...

Sempre que surge este tema, tenho que comentar porque:
1º tenho uma menina e um menino com diferença de poucos meses dos seus
2º o meu segundo filho com 15 meses ainda nos dá cabo das noites :-)
Aqui há uns tempos (estava ele com 13 meses), comentei por aqui que ainda bebia 1 a 2 biberões por noite e que só se calava com o leite (berravaaaa), pois que há cerca de umas 3 semanas começou a dormir mais tempo na cama dele, quando acordava vinha para a nossa mas acabava por ficar sem reclamar o leite... noites cada vez melhores (aliás chegou a dormir das 22h00 - 06h30 2 noites seguidas, só precisando de lhe pormos a chupeta quando a perdia). Desde então acabou o leite de noite, até que de umas 3 noites para cá voltou a acordar mais cedo e a estar mais rabugento (esta noite então... 3h a vira-se de um lado para o outro, a pôr-se de pé), como não acalmava acabamos por lhe dar um chazinho alivit sonhos e ele lá ficou. Acordou com um episódio de tosse e não se isso o despertou.
Desculpe o testamento, mas ao partilhar estes episódios acabamos por chegar à conclusão (pelo menos eu :-)) de que não adianta criar grandes expectativas, porque quando achamos que as coisas não melhoram temos uma surpresa e quando achamos que já não voltam atrás é precisamente isso que acontece.
Se bem que, olhando para trás (e tendo ido ler os comentários que publiquei por aqui) vejo que as nossas noite mesmo assim tem melhorado :-)
Espero que esta seja só uma fase do António e que logo, logo passe a dormir melhor

CS disse...

Anauel obrigada pelo comentário. Gosto sempre de ouvir os outros apesar de cada criança ser uma criança, se até os irmãos ou gémeos podem ser tão diferentes, imagine-se crianças de pais diferentes.
Sei que tudo melhorará. Com a Alice passámos as nossas e não foram poucas... com o António temos outras.
O pior, o pior mesmo é não dormir. Dá cabo do cérebro de qualquer um... ;)

Anauel disse...

Concordo inteiramente consigo. Dá cabo do cérebro e não só...
Procura-se bom corrector de olheiras :-)

CS disse...

Disso estou safa. Posso andar uma semana sem dormir e não sei o que são olheiras ;)

Maria do Mundo disse...

Por aqui já não há dessas coisas, felizmente.

Sonia Barreto disse...

É bom esta partilha de experiências para outras mães não se sentirem sozinhas. Realmente a privatização de sono deita muito a baixo uma pessoa. Não é há toa que existe a tortura do sono.

Sonia Barreto disse...

Privação

CS disse...

Sónia, daqui a nada está craque em tudo: noites mal dormidas, trocar fraldas no banco de trás de um carro, dar-lhe biberão na fila do supermercado, etc Temos que descontrair mais, a vida só por si já é séria demais :)