ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Estou a perder as forças

A Alice nunca foi daqueles bebés que dorme a noite toda.
Quando era recém-nascida, mamava de hora em hora, dia e noite. Nos primeiros 4 meses devo ter andado mais tempo de mama ao léu que a Samatha Fox nas suas sessões em topless.
Depois comecei a trabalhar e a mama reduziu drasticamente o tempo de exposição. Ainda assim, durante a noite, ela mamava, seguramente, 4 a 5 vezes por noite. Foi assim até aos 9 meses, altura em que pensei e iniciei o desmame. Numa semana e sem dramas esqueceu-se que eu tinha 2 mamas nas quais tinha passado a maior parte do seu tempo.
As noites ficaram um pedacinho melhor, passando para um acordar de 2 a 3 vezes noite, média.
Aos 15 meses, deixei definitivamente de lhe dar o biberão a meio da noite, numa das vezes em que acordava.
A média tem sido acordar 1 a 2 vezes. Contudo, essa vez que acorda parece-me mais difícil do que as 5 vezes que acordava para mamar, colo ou só porque sim, porque lhe apetecia "perguntar-me": Estás acordada?
Ultimamente, parece que perdi as forças. Se acorda a chorar, se coloco a chucha e mesmo assim continua a chorar, se dou colo e quer o embalo estando eu em pé e não sentada, eu desisto ao fim de 5 minutos (se chego a tanto) e levo-a para a minha cama.
Depois tenho uma noite em que quase não prego olho porque não fico descansada com ela no meio de nós, porque tenho medo de me mexer e porque ela vai rodando no sentido dos ponteiros do relógio à medida que a noite avança. Quase consigo adivinhar as horas só olhando para o posição da cabeça dela.
Neste fim-de-semana, foram as 2 noite assim... estou fraca, muito fraquinha...


Guinevere Van Seenus: Magie De La Nature - Vogue Paris by Mikael Jansson, April 2008
 

3 comentários:

Anónimo disse...

:) por vezes realmente é muito desgastante;
Vou falar pela minha experiência de mãe de um rapaz com 5 anos e que ainda hoje, por (muitas) vezes bebe leite durante a noite, ficando eu com a ideia de serem picos de crescimento!
O horário normal de se deitar e às 21.30 e independente do que tenha jantado (normalmente muito bem) bebe sempre o leite antes de ir dormir, e ainda esta noite acordou +/- por volta das 2.00 e bebeu leite, pois dizia que tinha fome e não conseguia dormir;
Noto que se acordar de noite e beber o leitinho fica realmente confortado (quer por fome ou hábito) e não sou capaz de não lhe dar! Inicialmente tinha receio de que lhe caísse mal, mas noto que fica realmente consolado e adormece em minutos.
Atenção que não estou de todo a criticar a posição, mas a dar conhecimento da rotina de lá de casa.
Tendo a Alice 16 meses o leite de transição é suficientemente "forte" (credo se calhar estou a dizer uma burrice) para aguentar toda a noite satisfeita?
ohh sei lá estou aqui a tentar dar uma ajuda e se calhar a ser incoerente.
desculpa sim...
Beijocas e horas de sono
Patricia Leal

CS disse...

Patricia, obrigada pela partilha. Gosto muito de ler outras experiências.
Cada noite é uma noite, cada bebé é um bebé mas acredito em padrões e orientações.
Cá em casa tem sido como tenho partilhado. De há 2 noites para cá deixei de dar o biberão antes da cama. Isto porque ela janta sopa, 2º prato e fruta e vai para a cama em menos de 1 hora. Ainda lhe enfiava um biberão goela abaixo mas na verdade acho que era mais eu do que ela que queria pois ela refilava sempre. Recusava o biberão, eu insistia um pouco e ela bebia tudo.
Agora se jantar sempre perto da hora da cama, vou deixar o biberão para quando acorda de manhã. Não faz sentido beber depois de ter o estômago tão cheio e, se nem ela própria pede. Se pedisse ou chorasse por leite, confesso que lhe dava, mesmo depois do jantar.
Vamos ver como corre.
Beijos e partilha sempre ;)

Kaipiroska disse...

Ao ler as tuas palavras, reforço mesmo a ideia que tenho de que tivemos muitas sorte com o Diogo que desde bebé pequenino sempre deu boas noites e hoje, com quase dez meses, dorme toda a noite e estes últimos dias só temos acordado às 10h (ele deita-se sempre por volta das 23h-23h30).