ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Dúvidas de uma mãe sem pinta

Eu visito uma série de blogues de mãe com pinta e filhas/filhos enbonecados, lindos, todos parecendo que saíram de um catálogo de roupa infantil e pergunto-me em que parte do globo estarão a viver?! As roupas que usam, as roupas que as mães acabaram de comprar parecem todas perfeitas para uma Primavera quentinha e prestes a começar.
E eu não sou nada friorenta e acho que a Alice saiu a mim ou então, coitadinha, tem andado a rapar frio e eu ainda não me apercebi... Mas já não consigo que saia à rua sem collants, que não esqueça a manga comprida, um casaco se necessário. Fosse eu agora pelos catálogos e publicidade dos outros blogues e tínhamos que partir rumo ao Brasil.
Será que essa impressão é só minha e completamente turvada (talvez pela dor de cotovelo daquelas mães magras, de cabelo impecável, de crianças encaixadas na anca sem nunca perderem a posse, mas uma posse natural de quem diz: "estou assim impecável mas nada fiz, na verdade levantei-me há 3 minutos da cama".)
Definitivamente estamos as duas a precisar de um makeover... e umas lições de moda.

 
Nós, com a expressão de "quem parece que acabou de acordar mas que na verdade já está há 3 horas a pé e até fez um esforço por se arranjar"


18 comentários:

Carla Leitão disse...

ahahahha hilariante! é por estes posts que adoro este blog!!! :D :D :D
:) as mães do nada fiz, levantei-me a 3 min devem é ser mães de ah levantei-me cedo e estou a 3h a preparar-me pa foto! :D

Elix disse...

quando souberes onde há cursos dessea avisa:)

tralhas de mulher disse...

ehehe, eu cá acho que estão lindas :)

Girassoldonorte disse...

Pois eu concordo plenamente. Também eu olho para as pequenas crianças e penso como elas não estão arrepiadas até ao tutano...mas se calhar até estão. Ao fim de semana gosto de vestir a minha filhota de forma mais cuidada, um laço de vez em quando, mas por norma visto-a de forma muito prática e confortável, mas mesmo assim acho que fica cheia de pinta :-) eu pessoalmente não gosto desta fase que por aí anda nos blogs... é folhos, laços, calções que só me lembram aventais, cortinas... às vezes acho que algumas mães querem ser tão "fashions" que põe os filhos a parecer espantalhos ou o Luís XV...algumas crianças ficam simplesmente ridículas. E digo isto sem qualquer tipo de inveja, é mesmo porque não acho que favoreça em nada as crianças..

CS disse...

Carla, não se brinca com estas coisas. Isto são dúvidas sérias ;)

CS disse...

Elix, faço reserva para 2 :)

CS disse...

Tralhas, obrigada ;)

CS disse...

Girassol, às vezes também parece-me pouco confortável e um pouco exagerado mas, na maioria das vezes, gosto muito de ver. As minha é mais leggings, mas porque foi o que herdou. Podia ter herdado uns folhos mas a moda é muito recente... ;)

Anónimo disse...

Olá CS!

Adorei ler o teu post... Eu partilho contigo "esse tipo de dúvidas" em relação a diversos temas, mas na verdade a conclusão a que sempre chego é a de que os blogs, assim como as redes sociais são aquilo que os seus utilizadores quiserem (e puderem €€€) mostrar!

E quem é que é tem a coragem para demonstrar a sua, por vezes, dura vida? Poucas pessoas! Eu acho-te uma dessas poucas, sobretudo quando partilhas as tuas lutas e dificuldades diárias com a tua filhota!

Em relação às roupas dos mais pequenos...hmmm...a ideia "generalista e tendenciosa" com que fiquei após ter sido babysitter de crianças de classe alta é a de que:

1º) as casas estão equipadas com sistemas de climatização adequados; não há cá aquecedores, sacos de água quentes e por aí fora...

2º) as crianças não andam sempre "a reboque" dos adultos por e para todo o lado (supermercado, banco, correios...) e quando isso acontece andam de carro

3º)os empregados existem para ajudar a fazer as tarefas "aborrecidas" com as crianças (banhinho, vestir a roupinha, lavar os dentes...) e os pais dão os retoques finais (ajeitar os caracolinhos, colocar um cinto que combine melhor com a roupa) e ainda têm tempo e espaço para cuidarem deles próprios

4º) não é de "bom tom" (e porque não há necessidade) vestir em demasia as crianças, ou seja, com excepção de algumas peças de roupa, as crianças vestem maioritariamente roupa de meia estação

E é isto...

Eva Maltês http://blogdolapislilas.blogs.sapo.pt/

Jardim de Algodão Doce disse...

:). Post tão bom e realista. :) e eu de pijama a esta hora com meias e chinelo no dedo uhuhuhuhuhu :)

A Pimenta* disse...

Este post está brilhante! E bem real!

Kaipiroska disse...

Isso é tudo ficção e só existe mesmo nos blogs ;) temos de pensar assim!

CS disse...

Jardim, assim tão fashion e não colocaste foto no blog? ;)

CS disse...

Kaipi, deve ser tudo simulado ;) com cenários e guarda-roupa.

CS disse...

Eva, agora está tudo explicado :) Obrigada, merece ser publicado o comentário ;)

Me disse...

Eu sempre apliquei a máxima que todos os pediatras dizem de "vista a sua filha com o mesmo número de peças com que se veste a si".

Podem dizer-me (que já disseram) "tu estás sempre cheia de calor e por isso não devias aplicar essa regra". Mas não conheço muitas pessoas que entrem no consultório da pediatra e oiçam (como eu oiço sempre) "finalmente a mãe que veste a filha sem parecer que a vai mandar para o polo norte".

As pessoas são regra geral muito exageradas, mesmo quando os filhos não andam na rua expostos ao frio (que é o caso da minha filha). Para quê enchouriçar as crianças se elas saem de casa para a garagem e do carro para a creche (eu estaciono a 5 metros da porta da creche)?

Eu sou daquelas que se veste sempre como se fosse Primavera e faço o mesmo com a gaiata.

Mas compreendo as tuas dúvidas ;)

CS disse...

Me, eu percebo-te e também sou das meias acaloradas o ano todo. A Alice, acho que sai à mãe mas já não a consigo levar à rua sem collants ou um casaco suplente.
A minha anda muito no carrinho com o pai, nas compras do mercado, e afins. Não temos garagem e andamos mais ao ar livre que nos lugares fechados.
Obrigada pela tua partilha. :) e bj a essa princesa linda (primaveril ou não) sempre linda ;)

Anónimo disse...

Obrigada por teres gostado do meu comentário e por o teres publicado.

Eva Maltês