ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

"Até logo amor, a mãe vai trabalhar"

Todos os dias, desde que a Alice fez 4 meses, e tive que a deixar aos cuidados do pai que saía de casa para o trabalho e despedia-me com: "Adeus/Até logo, amor/filha/coração, a mãe vai trabalhar mas a mãe volta para estar e brincar contigo."
Sempre o fiz, a cantiga era sempre mais ou menos a mesma, e acenava saindo para o trabalho.
Achava importante essa rotina, já tinha lido que era importante que assim fosse para que o bebé nunca se sentisse abandonado. Percebesse ela ou não a minha cantiga diária, fazia-o religiosamente como parte do meu ritual antes de sair de casa.
Hoje em dia, já ela com 21 meses, o ritual mantém-se. Neste momento já me debato com alguma resistência, com uma voz pequenina que me diz, mal me vê a vestir: "Nãoooo.... mãe, nãoooooo, trabalhá nãoooo..."
Mas respondo-lhe que tenho que ir mas que volto, volto sempre para estarmos juntas, brincarmos e passearmos juntas. Às vezes anima-se e responde sorridente: "Ades mãe!" outras vezes o não arrasta-se mais um pouco.
Isto para dizer que nunca gostei do jogo do "Foge agora que ele(a) está distraído(a)" ou "Sai rápido antes que ele(a) te veja" e depois, do nada, descobre a criança que o(s) progenitor(es) fugiram do nada, deixando-a para trás.
Eu cá sou apologista das despedidas, dos adeus, dos até jás, do volto já aos bebés (aos adultos também mas este não é o caso). Acho importante que eles vejam a partida dos pais e que sintam que eles voltam sempre.


4 comentários:

Elix disse...

Concordo a 200% e fiz sempre isso quando a deixava com a minha mãe. Até ao dia que a deixei na creche.... ai eu não lhe dizia adeus, deixava-a no colo da educadora entre choro e dizia-lhe: até logo. Acho que no fundo continuei a não mentir, mas não podia estar ali com grandes explicações porque ia prelongar o sofrimento. As explicações da mãe vai trabalhar e depois volta para te buscar eram dadas no carro no caminho para a escola.
Hoje em dia já fica bem e dá um beijinho á mãe de bom trabalho e é tão bom!
Isto só para dizer que sou como tu, adepta da verdade e de não mentir ás crianças.
beijinhos

Fashionista disse...

concordo! Eles têm de aprender a lidar com isso e a sentirem segurança! Que linda!!!

CS disse...

Elix, percebo e penso igual.
Fashionista, obrigada pelo elogio. Também acho que é linda :)))

CS disse...

Elix, percebo e penso igual.
Fashionista, obrigada pelo elogio. Também acho que é linda :)))