ALICE

Lilypie Fifth Birthday tickers Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

O meu amor é um doce

O amor da minha vida no que toca a elogios é daquelas pessoas que qualquer mulher adora ter ao seu lado (or not).
Ele funciona desta forma: Se estou bonita, bem vestida (de acordo com os seus padrões) ele permanece em silêncio. Se estou um camafeu e vestida à época de Luís XIV (como gosta de dizer quando me vê com um folho ou renda a mais) abre aquela boca para dar as suas dicas de moda que não me lembro de ter pedido. Diz ele que percebe mais do que eu e que faço, na maioria das vezes, as escolhas erradas.
Com o passar dos anos aprendi a conhecer esta sua posição mas, na verdade, ainda não me consegui habituar... apesar de muitas vezes ignorar quando se lança nos seus comentários de: "Sim, estarias linda se vivesses na corte de Luís XIV" ou "É um vestido bonito se fosses a minha avó".
Ultimamente ele tem permanecido em silêncio fazendo-me acreditar que não tenho tido muitos dias de camafeu e que tirei uns dias de férias da corte e caminhei em direcção ao século XXI.

Ontem, antes de sair de casa, tive o veredicto:
B.: "Pois, eu sei que não digo nada quando acho que estás bem mas ultimamente tenho reparado que não andas de muito bom humor para receber as minhas críticas então tenho ficado calado mesmo quando não estás bem. Sinto que ias ficar muito irritada ao ouvir o que penso..."

Agora ele já me confundiu toda. Se antes ainda sabia quando ele gostava e quando não gostava, agora com o silêncio dele nas vezes de bela e nas vezes de camafeu voltámos à estaca zero.
Amanhã, por sim, por não, vou encher-me de folhos e rendas a ver se ele se aguenta por muito tempo antes de se lançar nos comentários...